14.3.17

POLÍTICOS PASSAM MAL, SAIU A LISTA NEGRA DO JANOT

ALCYR CAVALCANTI -


A lista que o procurador-geral Rodrigo Janot entregou ao Supremo Tribunal Federal-STF com base das delações de diretores da Odebrecht está deixando Brasília em pânico, como se uma bomba tivesse caído e atingido a todos. Muitos parlamentares envolvidos tremem de medo só de ouvir falar do nome do procurador. Foram onze caixas lacradas levadas por funcionárias do judiciário para serem digitalizadas por um computador com um poderoso HD para depois serem analisadas pelo Ministro do STF Edson Fachin que substituiu o Ministro Teori Zavascki morto em acidente aéreo. A farta documentação está guardada em uma sala blindada. em um cofre para que não haja vazamentos nem adulterações.

Rodrigo Janot entregou 83 pedidos de abertura de inquérito de políticos com foro privilegiado e mais  211 políticos sem foro privilegiado. Os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco, Gilberto Kassab e o presidente da Câmara Rodrigo Maia encabeçam a lista.

Os que não tem direito ao privilégio serão julgados em um juizado de primeira instância e podem cair nas mãos do juiz Sergio Moro em Curitiba. Políticos de  vários partidos temerosos de serem trancafiados estão reunidos com um grupo de advogados para conseguir escapar das garras da lei. Comenta-se nos bares de Brasília que pessoas ligadas e próximas ao presidente Temer, inclusive ministros do grupo de "notáveis"estão na Lista Negra chamada também de "Lista da Porta do Inferno". Os estoques de antidepressivos e ansiolíticos estão sumindo das prateleiras das drogarias com muita rapidez.