31.3.17

SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE SP PARTICIPA DE AÇÃO SOCIAL

Via SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS-SP -


A Diretoria de Assistência Social e Previdência/Diversidade do Sindicato dos Comerciários de São Paulo participou da Ação Social “Rua Cidadão”, na Rua 25 de Março, no Centro da Capital Paulista. O evento, promovido pela Rede Social do Centro, aconteceu no último dia 29, em comemoração aos 152 anos da Rua e reuniu diversos atendimentos gratuitos à população.

A ação social atendeu milhares de pessoas entre comerciários, empresários, consumidores e pessoas em situação de rua. “O Sindicato sempre apoia essas inciativas. Além de informações sobre a questão da violência doméstica, o assédio moral/sexual, estamos orientado sobre a importância de ser sindicalizado e recebendo currículos para o projeto Vaga Social, que, graças as parcerias com grandes empresas do comércio, já recolou muitas pessoas no mercado de trabalho”, disse Cleonice Caetano Souza, diretora do Sindicato.

O Sindicato também levou para 25 de Março a Unidade Móvel que ofereceu serviços de saúde médica e odontológica aos que passavam pela Rua.

Foram 32 tendas, divididos nas áreas da estética, social, saúde, cidadania, sustentabilidade e cultura. Órgãos públicos federal/estadual/municipal, ONG’s, entidades sindicais e movimentos sociais participaram do evento.

Dentre os serviços prestados, a ação ofereceu atendimento ambulatorial, exames preventivos de saúde, emissão de documentos, corte de cabelo, orientação jurídica, atendimento e recebimento de denúncias por parte do Ministério Público Federal e da Defensoria Pública Estadual.

“A 25 de Março é um local estritamente comercial. E onde tem comércio tem gente. Por isso estamos fazendo aqui este evento para comerciários, consumidores e muita gente desempregada que, muitas vezes não tem tempo e nem dinheiro, para fazer um exame, ter orientação jurídica, etc. A participação do governo é fundamental, mas uma sociedade engajada, voluntária e disposta a fazer o bem é necessária”, disse o idealizador do Projeto e da Rede Social do Centro, Pastor Daniel Checchio.

A rua ficou fechada para o trânsito de carros da esquina da Rua Carlos de Souza Nazaré até a Ladeira Porto Geral. Os atendimentos aconteceram das 9h às 15h. Houve também shows musicais.