25.4.17

GREVE GERAL NA SEXTA (28) DEVE SER A MAIOR DOS ÚLTIMOS 30 ANOS; CONFIRA

REDAÇÃO -

Dia 28 de abril será dia de Greve Geral para defender os direitos trabalhistas e a aposentadoria.


A cidade de São Paulo sediou hoje duas reuniões das Centrais. Ambas na Força Sindical. Pela manhã, reuniram-se as estaduais das Centrais. A avaliação é de que a mobilização está forte, e crescente, em todo o Estado. À tarde, reuniu-se o comando de todas as Centrais: CUT, Força, UGT, Nova Central, CTB, CSB, CSP-Conlutas, Intersindical e CGTB. Dirigentes de categorias, como Metalúrgicos, Condutores e Metroviários também participaram.

Ampla adesão - A expectativa é que este seja o maior ato de mobilização da classe trabalhadora brasileira desde a década de 1980, quando a disparada da inflação no governo Sarney e o Plano Cruzado conduziram o país a uma de suas maiores greves após a redemocratização.

Mais de 30 categorias profissionais de pelo menos 20 estados brasileiros já decidiram aderir ao movimento, entre elas os servidores públicos estaduais e federais, metroviários, condutores, bancários, metalúrgicos, professores de escolas públicas e privadas, petroleiros, frentistas, funcionários dos Correios, da construção civil, do comércio e da saúde.

Um jornal unitário assinado pela CTB, CUT, UGT, Força Sindical, CSB, NCST, Conlutas e CGTB, com tiragem de 2 milhões de exemplares, está sendo distribuído na capital paulista. O material traz informações e esclarecimentos sobre as reformas que o governo tenta implementar, o impacto extremamente negativo que terão na vida do trabalhador e trabalhadora e faz a convocação para a greve.

Como ajudar a greve geral no dia 28 de abril

A não ser em caso de urgência:

- não vá a nenhum mercado,
- não vá a farmácias,
- não marque consultas para essa data,
- não vá a padarias,
- não vá a restaurantes de qualquer espécie,
- não compre nenhum móvel, eletrodomésticos, eletrônicos,
- não vá a nenhum shopping mesmo que seja só para a praça de alimentação,
- não vá a lotéricas,
- não vá a bancos,
- não pague nenhuma conta,
- não abasteça seu carro justo nesse dia,
- não vá a academias,
- não vá a escola/faculdade ou cursos de qualquer espécie,
- não vá a açougues.

Essas coisas devem ser evitadas mesmo que você não vá trabalhar.

Central sindical espanhola apoia Greve Geral

A central sindical espanhola CCOO enviou uma carta à CUT para manifestar apoio à Greve Geral marcada para a próxima sexta-feira (28). No documento, a organização aponta a preocupação com retrocessos sociais, caso a agenda Temer seja aprovada. Leia mais aqui. (com informações da CUT, CTB, Agência Sindical)

***
Reforma trabalhista: relator apresenta novo substitutivo ao PL 6.787/16

O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), relator da chamada reforma trabalhista (PL 6.787/16) apresentou novo substitutivo para análise e votação na comissão especial. Este novo substitutivo é em razão de que foram apresentadas 457 emendas ao substitutivo tornado público na semana passada.

A comissão especial está reunida, neste momento, para se posicionar em relação ao parecer do relator sobre as emendas apresentadas ao primeiro substitutivo, que redundou neste novo que ora divulgamos.

Na fase inicial de exame do projeto pela comissão especial foram apresentadas em torno de 850 emendas ao projeto do governo.

Veja o novo texto que vai a votos nesta terça, no colegiado, e na quarta-feira (26), no plenário da Câmara dos Deputados. (via DIAP)