3.4.17

1 - REDE VAI AO SUPREMO CONTRA TERCEIRIZAÇÃO DE MICHEL TEMER; 2 - MEC ACABA COM O CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS

REDAÇÃO -


Em seu perfil no Twitter, o deputado federal Alessandro Molon (RJ) anunciou que seu partido, a Rede Sustentabilidade, entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a nova lei que prevê terceirização irrestrita no Brasil, já sancionada por Michel Temer.

A Rede pede que os efeitos da lei sejam suspensos em caráter liminar.

"A Rede acaba de entrar com uma ação, agora contra a lei, para barrar os absurdos q o governo Temer quer impor com a terceirização", disse Molon.

***
MEC acaba com o Ciências sem Fronteiras


O governo decidiu enterrar de vez uma das estrelas do governo Dilma na Educação, o Ciência sem Fronteiras, que pagava cursos de graduação para estudantes no exterior.

Mendonça Filho fez as contas e afirma que, com o montante gasto para mandar 30 mil estudantes para fora, seria possível pagar a merenda escolar para 40 milhões de alunos da educação básica.

Em 2015, o programa consumiu cerca de R$ 3,2 bilhões, enviando alunos principalmente para universidades americanas e europeias.

A avaliação do MEC é que o programa não trouxe resultados devido à deficiência em inglês dos brasileiros e à falta de diretrizes claras sobre que perfil de estudante deveria ser financiado.

As bolsas de pós-graduação permanecerão como eram antes.