10.4.17

ATO EM DEFESA DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES MARCA ANIVERSÁRIO DO SINPOSPETRO-RJ

Via SINPOSPETRO-RJ -

Lideranças frentistas e dirigentes da Força Sindical do estado Rio de Janeiro participaram da inauguração da nova sede e do aniversário do SINPOSPETRO-RJ. Eles foram unânimes ao traçar as dificuldades que o Brasil passa e conclamaram os trabalhadores para irem às ruas dia 28 de abril em defesa do país e contra as reformas do governo.


A comemoração dos 12 anos de fundação do SINPOSPETRO-RJ, na última sexta-feira (7), na nova sede da entidade, em Vila Isabel, se transformou em um ato político em defesa dos trabalhadores do país que lutaram para conquistar direitos e que, agora, estão ameaçados por uma política de retrocesso implantada pelo governo Temer. Ao abrir a celebração pelo aniversário do sindicato, o presidente do SINPOSPETRO-RJ e da Federação Nacional dos Frentistas ( FENEPOSPETRO), Eusébio Pinto Neto, disse que a missão do dirigente sindical é vencer obstáculos, e o atual momento político e econômico que o país atravessa é um grande desafio que será ultrapassado com dificuldades, mas, com certeza, será superado.

Eusébio Neto afirmou que o brasileiro não pode perder a motivação de festejar e celebrar a vida por causa das atrocidades que estão fazendo contra o povo. Ele declarou, no entanto, que o trabalhador não pode se entregar e deixar de lutar pelos seus direitos. Para o presidente do SINPOSPETRO-RJ, o país atravessa um mar revolto o que requer de todos determinação e ação. Em pouco tempo, o governo retirou do trabalhador brasileiro direitos conquistados durante um século com muita luta. “Precisamos reagir e mostrar a nossa força. Infelizmente, o povo só adere a luta quando ele já não tem mais nada, quando já está sem nada, quando percebe que lhe roubaram tudo”, disse.

MOBILIZAÇÃO

O café da manhã com dirigentes sindicais do Rio de Janeiro e de São Paulo, em comemoração ao aniversário do SINPOSPETRO-RJ, serviu para incrementar os debates contra as reformas e mobilizar os trabalhadores para a grande manifestação do dia 28 de abril.

O presidente da Federação dos Frentistas do estado de São Paulo (FEPOSPETRO), Luiz Arraes, lembrou da luta do SINPOSPETRO-RJ para libertar os trabalhadores de postos de combustíveis do estado do RJ. Arraes, que participou da assembleia de fundação da entidade, destacou a dificuldade para organizar a categoria no Rio de Janeiro. Luiz Arraes frisou que o papel do movimento sindical é lutar em defesa de direitos e se reinventar para vencer as dificuldades. Ele conclamou a todos para as manifestações de abril.

O vice-presidente da FENEPOSPETRO, Francisco Soares, parabenizou o presidente do SINPOSPETRO-RJ pelo carinho e dedicação que tem com a categoria do Rio. Ele destacou que Eusébio Neto conseguiu em pouco tempo organizar, estruturar a categoria e mobilizar os trabalhadores para luta do movimento sindical. Francisco Soares disse ainda, que a reforma trabalhista é uma enganação, já que nem as instituições, nem a sociedade foram consultados para debater o projeto. Ele criticou também a reforma da Previdência, afirmando que o governo está massacrando o povo com projetos retrógrados. “Nós vamos resistir e tenho a certeza que a FENEPOSPETRO, FEPOSPETRO e os sindicatos de todo o país farão uma corrente em defesa dos trabalhadores. A chuva é fina, e chuva fina não molha”, completou Francisco.

O presidente do Sindicato dos Frentistas de Niterói, Alexsandro Santos, um dos fundadores do SINPOSPETRO-RJ disse que o aniversário da entidade marca o dia em que os trabalhadores romperam um ciclo que consumia ano a ano a categoria. Ele destacou que o governo se aliou aos empresários, legislativo e judiciário para pressionar e retirar direitos dos trabalhadores. Alexsandro Santos convocou o trabalhador de posto a participar da manifestação do dia 28 de abril, já que a proposta da reforma da Previdência retira da categoria o direito à aposentadoria especial.

O presidente da Força Sindical do estado do RJ, Carlos Fidalgo, parabenizou o trabalho realizado por Eusébio Neto com os frentistas do RJ e em todo país. Ele convocou os dirigentes sindicais para irem às ruas dizer não a tríplice aliança formada pelo governo, legislativo e judiciário contra os trabalhadores. “ Nós não vamos pagar com o nosso suor a dívida que o governo tem com o capital estrangeiro. É hora de ir às ruas. Ou defendemos os nossos direitos, ou teremos uma juventude sem futuro”.

Para o diretor executivo da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Bartolomeu França, que também ajudou o SINPOSPETRO-RJ no início de sua jornada a Câmara dos Deputados está correndo contra o tempo para aprovar a reforma trabalhista no dia 19 de abril. Segundo ele, os sindicatos precisam rever a data da manifestação contra as reformas, porque dia 28 já pode ser tarde.

EQUIPE

O presidente Eusébio Neto agradeceu a todos os funcionários e colaboradores da entidade que vestem a camisa para melhor servir aos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do estado do Rio de Janeiro. Segundo ele, o trabalho de base realizado pela diretoria é fundamental para o fortalecimento da categoria. “Não se faz nada sozinho. O trabalho só cresce quando todos unidos desenvolvem e abraçam um projeto”, afirmou.

NOVA SEDE

A nova sede do SINPOSPETRO-RJ, um espaço de mais de 400 m², fica localizada na Rua Professor Manoel de Abreu, nº 850, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio. A sede abre hoje normalmente, para atendimento aos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência que passam a contar com amplas salas, ambulatórios, departamento jurídico e um auditório para reuniões com os trabalhadores.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa SINPOSPETRO-RJ

---
Leia também:

SINPOSPETRO-RJ INAUGURA NOVA SEDE E REFORÇA O CHAMAMENTO PARA O PRÓXIMO DIA 28