24.4.17

EXPOSIÇÃO UGT 10 ANOS: 17 MOTIVOS PARA MUDAR O MUNDO É INAUGURADA NA AV. PAULISTA

Via UGT -


A União Geral dos Trabalhadores (UGT), em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Brasil, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a prefeitura de São Paulo promove a exposição “UGT 10 anos: 17 motivos para mudar o mundo”.

A exposição, que foi oficialmente aberta nesse domingo (23), na Avenida Paulista, contou com a presença de Ricardo Patah, presidente nacional da UGT, diversos parlamentares, sindicalistas e trabalhadores. “Esta é uma ação importante em que a UGT busca, ao comemorar o Dia do Trabalhador, levar para a população cultura por meio de exposições de interesse da classe trabalhadora” explicou Patah.

Este já é o terceiro ano que esta atividade é realizada na Av. Paulista. Em 2015, foi abordado os “30 anos da Redemocratização”, em 2016 o tema foi “Os Trabalhadores e os 100 Anos do Samba” e agora, em 2017, em comemoração aos 10 anos da UGT, a Central expõe 34 painéis sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). “O tema desse ano busca fazer os transeuntes refletirem sobre os ODS, que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030”, disse Ricardo Patah.

O presidente ugetista ressaltou que atualmente o momento é delicado e conturbado para a classe trabalhadora, com a perda de muitos direitos. “Muitas pessoas não sabem o que esta acontecendo, mas estão mudando drasticamente as relações trabalhistas em plena era em que postos de trabalho estão acabando por conta do advento da tecnologia”.

Estiveram presentes no descerramento dos painéis o presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah; o secretário de Organização e Políticas Sindicas da UGT e presidente do Sindicato dos Padeiros de SP, Francisco Pereira, o Chiquinho; representantes do PNUD e da OIT entre autoridades políticas e lideranças sindicais representantes de diversos estados da federação.

O evento contou com apresentação do coral formado por crianças da  Associação Ponte Brasilitalia – instituição que atende crianças da comunidade de Vila Dalva, no Rio Pequeno, capital paulista, mantida pela UGT, Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a ITAL UIL – Sindicato dos Aposentados da Itália e a rede italiana de serviços assistenciais.

A Avenida Paulista foi escolhida para ser palco dessa ação ugetista por diversos motivos, entre eles por ser o cartão postal da cidade, porque cerca de 1,5 milhões de pessoas circulam ali diariamente, é um público predominantemente jovem, até 35 anos e, desse total, aproximadamente 94% são mulheres.

Os painéis ficarão expostos até o dia 23 de maio.