17.4.17

FRENTISTAS DO ESTADO DO RJ LUTAM POR AUMENTO REAL E NOVAS CONQUISTAS NA CONVENÇÃO COLETIVA

Via  SINPOSPETRO-RJ -

Os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do estado do RJ aprovaram, em assembleia, na última quinta-feira (13), a pauta de reivindicação das cláusulas da Convenção Coletiva 2017/2019.


A luta por melhores salários e condições de trabalho, reuniu na semana passada, os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do Sul do estado na subsede do SINPOSPETRO-RJ, em Volta Redonda. A assembleia foi comandada pelo secretário-geral da entidade, Reinaldo Pinheiro e pelos diretores do sindicato. O presidente do SINPOSPETRO-RJ, que também preside a Federação Nacional dos Frentistas (FENEPOSEPTRO), Eusébio Pinto Neto, não pôde participar da assembleia em virtude de um compromisso de urgência em São Paulo.

Os trabalhadores aprovaram a pauta de reivindicação que propõe aumento real nos salários; auxílio-refeição; Participação nos Lucros e Resultados (PLR), implantação da função caixa e melhorias no ambiente laboral. A pauta será entregue no próximo mês ao SINDESTADO (Sindicato Patronal).

REIVINDICAÇÕES

A diretoria do SINPOSPETRO-RJ reivindica para categoria, que tem data-base em 1º de junho, aumento salarial de 16,36%, Participação nos Lucros e Resultados, reajuste do auxílio-alimentação e criação da função caixa, com pagamento de adicional para o trabalhador.

O Sindicato também vai brigar para conquistar o auxílio-refeição gratuito a todos os empregados, no valor de R$ 20,00 por dia trabalhado. O auxílio-refeição poderá ser substituído por refeição “in natura”, desde que o posto possua restaurante em suas dependências e que funcione em horário compatível. Essa é uma reivindicação antiga da categoria.

CLÁUSULAS SOCIAIS

A diretoria vai lutar também para estender o adicional de periculosidade de 30% a todos os funcionários de postos de combustíveis, que exercem atividades laborais em condições perigosas, de acordo com os parâmetros fixados pelas Normas Regulamentadoras expedidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O sindicato reivindica a gratuidade do vale – transporte, assim como convênio médico ambulatorial gratuito aos seus empregados, extensivo aos dependentes legalmente reconhecidos.

SEGURANÇA E SAÚDE

Na pauta de reivindicação, o SINPOSPETRO-RJ cobra a implantação do anexo II da NR 9, que obriga as empresas a lavarem os uniformes dos funcionários pelo menos uma vez por semana.

O sindicato também exige o cumprimento da NR 20, que trata de segurança e saúde no ambiente laboral. As empresas terão que capacitar os funcionários durante o expediente normal de trabalho dos empregados.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ