30.4.17

JOGA FORA NO LIXO - POLÍTICOS, PROCURADORES, JUÍZES E A MÍDIA

EMANUEL CANCELLA -


Vem da Ucrânia a boa nova: políticos jogados no lixo (4).  No Brasil, temos que jogar no lixo todos os golpistas, políticos, procuradores, juízes e os representantes da mídia, já que, em conluio, além de destruir o país, estão tirando todos os direitos dos trabalhadores. Aliás, o lixo é pouco para eles!

Estão fazendo que nossa legislação previdenciária seja pior do que na escravatura, já que, pela lei sexagenária, os escravocratas mandavam os negros trabalhar somente até os 60 anos. No Brasil dos golpistas de Michel Temer, negros e brancos vão trabalhar até os 65, no mínimo.

Ficam indiferentes ao arrocho financeiro, o desemprego e a perda de direitos antes consagrados dos trabalhadores, como férias, décimo terceiro e 40 horas semanais, entretanto o STF, cinicamente, acaba de aprovar os supersalários para os magistrados.

Mesmo antes dessa nova boquinha para nossos magistrados, eles já recebiam muito bem. Segundo O Globo, de 25/04/2017 (6).

118 magistrados embolsaram valores entre R$ 90 mil e 100 mil; 173 receberam em suas contas valores entre R$ 80 mil e R$ 90 mil; 147 receberam na faixa de R$ 70 a R$ 80 mil; 136 na faixa de R$ 60 mil a R$ 70 mil; e 268 juízes e desembargadores na faixa de R$ 50 mil a R$ 60 mil.”

Pois é. E isso não é só no Rio. É no país inteiro.(1)”

Para engabelar o povo,  mídia mostra o juiz Sérgio Moro como herói que combate a corrupção, mas na verdade ele só foi peça-chave na preparação do terreno para que os corruptos pudessem tomar o poder e assim entregar o país, por isso a Lava Jato protege entreguistas.

Como combate a corrupção se não investiga a gestão do tucano FHC na Petrobrás, apesar das inúmeras delações, envolvendo cifras milionárias, inclusive incluindo o filho de FHC (2)?  Como protege a Petrobrás se permite que o tucano Pedro Parente realize uma verdadeira liquidação na Petrobrás, vendendo ativos sem licitação, bens públicos conquistados com suor e sangue do povo, por quanto e para quem ele quer? Por exemplo, o campo de Carcará do pré-sal, “vendido” a preço de um refrigerante o barril.

O que Parente faz não é novidade! O torna mais grave a omissão da Lava Jato é que Parente, quando ministro de FHC, tornou-se réu em ação envolvendo venda de ativo (3).

E Moro ainda ganha muito dinheiro com o combate seletivo da corrupção. Moro parece que esqueceu que a lei vale para todos!

Requisitado pelo mercado desde que se tornou celebridade com a Lava Jato, Moro fez 45 palestras desde 2014. E parece que algumas, senão a maioria, ou todas, foram remuneradas. Sobre essas palestras: “Moro foi a 13 cidades do Brasil e 6 no exterior dizer que crime não compensa”.(5).. Muito suspeito é que a principal função da Lava Jato é investigar a Petrobrás e Moro não investiga, os tucanos FHC e Parente.

Moro vai além da Petrobrás, prende muito merecidamente, até o governador como Sérgio Cabral, porém não prende o governador Tucano, Aécio Neves pior ou igual a Cabral.

No Joga Fora no Lixo não pode bater na figura, já que somos contra a violência e até porque eles poderiam usar isso para reivindicar além do auxilio moradia, educação, outro auxilio, o auxilio segurança.

Para estimular o joga fora no lixo, poderíamos estabelecer que, quem jogasse na semana três peças no lixo, teria direito à música no Fantástico, da Globo!

Fonte:

* Emanuel Cancella, OAB/RJ 75.300, integra a coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), sendo autor do livro “A Outra Face de Sérgio Moro”