5.4.17

SEDE DO SINPOSPETRO-RJ COMEÇA A FUNCIONAR EM NOVO ENDEREÇO A PARTIR DE SEXTA-FEIRA

Via SINPOSPETRO-RJ -

Para atender melhor os trabalhadores de postos e combustíveis e lojas de conveniência do Rio de Janeiro, o SINPOSPETRO-RJ muda de endereço depois de amanhã. A nova sede vai funcionar na Rua Professor Manoel de Abreu, nº 850, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio.


No dia em que o SINPOSPETRO-RJ completará 12 anos de fundação, os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência vão ganhar uma sede nova. Para atender melhor a categoria, o sindicato inaugura na sexta-feira (7), a nova sede na Rua Professor Manoel de Abreu, nº 850, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio.

Para garantir a segurança e o bem-estar do trabalhador, o espaço de mais de 400 m² passou por reformas e mudanças na estrutura. Além de amplas salas, a nova sede conta com ambulatórios, departamento jurídico e um auditório para reuniões com os trabalhadores.

A mudança de endereço visa facilitar o deslocamento do trabalhador até a sede do sindicato. A nova casa do frentista fica a 10 minutos a pé do Estádio do Maracanã, onde há estações de trem e metrô e várias linhas de ônibus, que ligam o bairro a diversos pontos da cidade e a outros municípios.

ESTRUTURA

Fundado em 7 de abril de 2005 por Eusébio Pinto Neto, o SINPOSPETRO-RJ representa mais de 20 mil trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência em 38 municípios do Estado do Rio de Janeiro. A entidade conta com mais de 60 profissionais para atender e prestar serviços ao trabalhador e sua família.

O sindicato oferece a todos os trabalhadores da categoria, sócios ou não, assistência jurídica na sede da entidade, na Zona Norte do RJ, e nas subsedes de Volta Redonda, no Sul do Estado e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Os associados do sindicato e seus dependentes têm direito a tratamento odontológico de alta qualidade e de graça, na sede da entidade.

No SINPOSPETRO-RJ o trabalhador tem voz. Diariamente, a diretoria do sindicato visita os postos de combustíveis para verificar se as leis trabalhistas e as normas de segurança e saúde estão sendo cumpridas.

Todas as denúncias são encaminhadas para o departamento jurídico do sindicato, que determina um prazo para que a empresa resolva a irregularidade. Caso o problema persista, as denúncias são encaminhadas ao Ministério do Trabalho.

O sindicato também realiza, frequentemente, seminários e cursos para orientar os frentistas sobre os cuidados que devem ser adotados no manuseio do combustível. Em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o SINPOSPETRO-RJ colabora no desenvolvimento de pesquisas para avaliar o risco do benzeno na saúde do trabalhador. O sindicato também participa de comissões nacionais que debatem a segurança e saúde no ambiente laboral.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ