13.4.17

1 - UGT-SP ADERE À PARALISAÇÃO GERAL NO DIA 28 DE ABRIL; 2 - SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO OFERECE VACINAÇÃO CONTRA A INFLUENZA

Via UGT -

Luiz Carlos Motta, presidente estadual da União Geral dos Trabalhadores (UGT) de São Paulo, alinhado ao posicionamento nacional da Central, convocou todos os sindicatos paulistas filiados a paralisar suas atividades no dia 28 de abril.

“Devemos resistir, protestar e nos fazer ouvir. Não podemos permitir que avancem na retirada dos direitos trabalhistas, desprezem a CLT, mexam na nossa aposentadoria e que milhões de trabalhadores sejam afetados pela terceirização para todas as atividades da empresa, o que irá precarizar a mão de obra, gerar instabilidade nas relações de trabalho e agravar o desemprego, tema que assola mais de 13 milhões de brasileiros”, disse Motta, que é também presidente da Fecomerciários.

A UGT Nacional, por meio de seu presidente, Ricardo Patah, convocou todas as entidades filiadas a suspenderem suas atividades no dia 28 de abril e a participar das manifestações de rua, que têm como objetivo lutar contra as propostas do governo federal de reformas da Previdência e trabalhista, assim como da lei de terceirização.

“Este é um momento importante na história da luta dos trabalhadores e da população brasileira. Vamos defender os direitos conquistados. As reformas são necessárias, mas primeiro é preciso fazer a tributária e a política. Depois, juntos, estudamos a previdenciária e a trabalhista", disse Patah.

***
Sindicato dos Comerciários de SP oferece vacinação contra a influenza

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo oferecerá, em sua sede, a vacina contra a gripe. A campanha é aberta ao público em geral e vai de 17 a 20 de abril.

A unidade fica na R. Formosa, 99 – Centro, e o horário de atendimento é das 9h às 18h.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra a gripe tem por objetivo reduzir as internações, complicações e mortes em decorrência das infecções pelo vírus da influenza.