16.5.17

1- OCUPAR BRASÍLIA PARA BARRAR AS REFORMAS DE TEMER E PREPARAR A GREVE GERAL; 2- STF GARANTE ACESSO POPULAR ÀS VOTAÇÕES NO CONGRESSO

REDAÇÃO -

Centrais sindicais, movimentos sociais e trabalhadores preparam-se para ocupar Brasília, dia 24, contra as reformas Trabalhista e Previdenciária e as terceirizações do governo Temer.


As entidades avaliam que a greve foi uma grande vitória da classe trabalhadora e que a luta continua com a preparação de nova greve geral, agora de 48 horas. Além das bandeiras contra as reformas e a tercerização, o movimento também reivindica a saída do presidente Temer e de todos os políticos corruptos.

Aproximadamente 40 milhões de trabalhadores e trabalhadoras pararam o país no dia 28. O movimento foi considerado pelas centrais a maior greve realizada após a ditadura militar. Em todos os estados e em mais de 250 municípios ocorreram greves e manifestações de todos os setores econômicos.

O Sindipetro-RJ disponibilizará três ônibus para os petroleiros que desejarem participar  da Marcha em Brasília. Durante a greve geral a categoria participou das manifestações convocadas pelas centrais, realizando um abraço simbólico ao Edifício Senado. As atividades foram paralisadas nos turnos do TABG, TEBIG e no Cenpes, onde também houve adesão dos trabalhadores do Administrativo. Petroleiros e petroleiras também se uniram aos demais trabalhadores, participando da Marcha dos Trabalhadores, no Centro do Rio.

Para pressionar o Congresso Nacional, centrais sindicais e movimentos sociais intensificarão as ações na semana de 15 a 19 de maio. No dia 17 haverá um mutirão de visita aos gabinetes dos senadores para convencê-los a barrarem o desmonte da previdência social, dos direitos trabalhistas e das organizações sindicais de trabalhadores. (via APN/Fonte: Jornal Surgente I Edição 1.440)

Agenda de Resistência

17/05 - Dia Nacional do Desjejum - atraso com “café forte” nas unidades da Transpetro (TABG, TEBIG e outras bases da FNP).
22/05 - Todos convidados ao Colegiado aberto, às 17h30m, Av. Passos 34, para debater os próximos passos contra o desmonte da Petrobrás e as contrarreformas de Temer.
23/05 - Saída dos ônibus para Brasília. O Sindipetro-RJ enviará três ônibus, um saindo da Ilha do Governador/Fundão, outro do Centro e outro de Angra. Inscreva-se com o representante sindical de sua unidade ou pelo email sindipetro@sindipetro.org.br
24/05 - Ato em Brasília - Fora Temer e Parente! Contra as reformas e privatizações!

***
STF garante acesso popular às votações no Congresso

Derrota do governo e de Rodrigo Maia. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, concedeu semana passada três liminares que garantem acesso às dependências do Congresso Nacional durante as votações da reforma da Previdência.

Os pedidos foram impetrados depois que a Mesa Diretora da Câmara restringiu o acesso público à Casa. A decisão de restringir o acesso de cidadãos foi uma verdadeira operação de guerra do comando da Casa.

Nas entradas da Câmara e corredores que dão acesso ao plenário, havia barreiras de policiais com capacetes, escudos e máscaras de gás. Os estacionamentos foram fechados, o prédio foi cercado por grades e as imediações estavam ocupadas pelo Batalhão de Choque e a Força Nacional de Segurança. (via Repórter Sindical)

Mais informações: www.stf.jus.br