30.5.17

SENADO PODERÁ VOTAR HOJE (30), RELATÓRIO SOBRE PROJETO DA NEFASTA REFORMA TRABALHISTA [VÍDEO]; 17 DOS 27 MINISTROS DO TST RECHAÇAM "REFORMA"

REDAÇÃO -


Senadores da oposição ao governo Temer insistem que o relatório da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), sobre o projeto que trata da reforma trabalhista, não foi lido em plenário.

No entanto, a presidência do Senado considerou o relatório lido. A proposta está na pauta de debates desta terça-feira, 30. A oposição entrou com recurso, disse que a votação em plenário sem a leitura precedente é inconstitucional e promete entrar com ação junto ao Supremo Tribunal Federal, caso a presidência da Casa leve a matéria ao plenário.

Desde que chegou da Câmara, a proposta de reforma trabalhista já recebeu mais de 200 emendas no Senado. Acompanhe a discussão entre os senadores, na reportagem feita pela TV Senado. Esta terça promete ser bem tumultuada em Brasília. (via APN)


***
Ministros do TST rechaçam reforma trabalhista

Documento de análise jurídica, com argumentos contrários à reforma trabalhista (PLC 38/17), foi protocolado no Senado com assinatura de 17 dos 27 ministros do Tribunal Superior do Trabalho. Para eles, a reforma prejudica direitos dos trabalhadores.

O documento foi entregue ao senador Cameli (PP-AC), 2º secretário do Senado. Os ministros Hugo Carlos Scheuermann, Delaíde Alves Miranda Arantes, José Roberto Freire Pimenta, Maria Helena Mallmann e Maurício Godinho Delgado entregaram o manifesto, acompanhados do senador Paulo Paim (PT-RS).

Veja aqui a íntegra do documento.