6.5.17

BELCHIOR ASSIM COMO OUTROS NORDESTINOS FOI MUITO MAIS QUE UM RAPAZ LATINO AMERICANO

EMANUEL CANCELLA -


O nordestino sempre foi um retirante. Foi para São Paulo, Brasília e Rio também em busca de trabalho.

Os governos do PT trabalharam para dar dignidade aos nordestinos, principalmente dando-lhes condições de ficarem em sua terra.

O Nordeste deu artistas para tirar o chapéu. Humorista como Chico Anysio no mundo não há. Escritor como o baiano Jorge Amado não existe.

O saudoso Belchior foi muito mais que um rapaz latino americano.

“Suas letras serviram para educar nossos filhos, como “.Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais”. Mandou um recado para os rentistas em “ Quanto mais eu multiplico diminui o meu amor”. .Enalteceu a natureza quando disse” Eu era alegre como um rio...Um bicho, um bando de pardais”. Falou do amor: ”Porque o amor é uma coisa mais profunda que uma transa sensual”. Cantou a vida: “Isso é somente uma canção, a vida, a vida realmente é diferente”, querendo dizer que ao vivo é muito pior. Falou da Morte: “Mate-me logo, à tarde, às três, que à noite tenho um compromisso e não posso faltar por causa de você” E ironizou Gilberto Gil: “Mas sei que nada é divino, nada, nada é maravilhoso”.

Além de Belchior, o Nordeste deu Gil, Caetano, Fagner, Caymi, e por mais que me esforce e procure no Google, vai faltar alguém nessa lista de nordestinos ilustres. Mas teve um que veio de pau de arara do Nordeste, analfabeto, que se elegeu e se reelegeu presidente, saindo do segundo mandato com mais de 80% de aprovação de seu governo. Considerado um estadista no mundo e amado pela maioria dos brasileiros pobres.

Esse cara é Lula, mas para as elites, brasileira e mundial, ele cometeu um pecado capital ao trabalhar em seu governo para dar dignidade aos pobres e em especial aos nordestinos.

O Nordeste, a região mais pobre do país, foi a região que mais cresceu nos governo de Lula e Dilma. Além de amparados pelos programas sociais do PT como Bolsa Família, Mais Médicos, Prouni, Fies, Ciência Sem Fronteiras, Minha Casa Minha Vida, Lula fez a transposição do Rio São Francisco. Essa obra estava há mais de 100 anos no papel e se junta aos milhares de cisternas d’água instaladas nas regiões mais secas, para acabar com a seca e a “indústria da seca”.

Ninguém persegue os artistas nordestinos, mas não pense que o sucesso deles chegou fácil, como é o caso de Raul Seixas, revelado em seu livro  Baú do Raul, que só saiu do anonimato quando Chacrinha botou na telinha da Globo o “maluco Beleza”.

Mas dá dignidade ao pobre e principalmente ao nordestino é demais da conta para as elites brasileira. Por isso Lula tem que ser preso ou, no mínimo, tornado inelegível!

* Emanuel Cancella, OAB/RJ 75.300, integra a coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), sendo autor do livro “A Outra Face de Sérgio Moro”