31.5.17

DE NOVO! MÍSSIL DE ALTA PRECISÃO É LANÇADO NA COREIA SOCIALISTA

LUCAS RUBIO -

Pela primeira vez em sua história a Coreia Socialista conduz tantos testes em tão curto período de tempo, assustando as potências que visam destruir seu sistema e sua soberania nacional. Até mesmo as fontes pessimistas ocidentais afirmam que dentro de apenas 5-10 anos a Coreia do Norte será capaz de possuir mísseis e ogivas comparáveis ao que há de mais moderno no mundo.


O Máximo Dirigente da República Popular da Coreia, Marechal KIM JONG UN, coordenou o lançamento de teste de um novo foguete balístico da família de mísseis «Hwasong», teledirigido e com alto nível de exatidão.

O lançamento ocorreu no amanhecer do dia 30 de Maio de Juche 106 (2017). O Marechal KIM JONG UN acompanhou a chegada da plataforma de lançamento blindada e autopropulsada com o míssil ao terreno.

O teste realizado agradou ao Marechal e os técnicos militares presentes pois mostrou que o novo míssil e seu sistema conseguiu reduzir consideravalmente o tempo de lançamento, em particular o processo preparativo de disparo, que costuma ser um pouco demorado, mas que a partir de hoje torna-se ágil por conta da sua automatização melhor que das gerações de mísseis anteriores da série Hwasong, de modo que agora a velocidade de lançamento aumentou o dobro.


O presente teste teve como objetivo confirmar os índices técnicos do foguete balístico teledirigido de novo tipo de precisão, que é capaz de golpear com incrível rapidez e exatidão qualquer alvo das frentes inimigas em qualquer parte. O teste também verificou a confiabilidade de operação do novo caminhão blindado em diferentes circunstâncias de combate. O míssil foi lançado de uma avenida comum à beira do mar, confirmando que qualquer ponto do país pode ser utilizado como local de lançamento de mísseis.

O disparo foi programado para ser de médio alcance para que os cientistas conseguissem observar de maneira minuciosa a separação dos estágios do míssil e a indução final da cabeça de míssil que possui a ogiva nuclear.

O míssil cumpriu os planos e viajou por 450 km, num tempo de 6 minutos, caindo quase perto do ponto previsto, desviando-se apenas 7 metros. Isso significa que o míssil possui uma velocidade média de 4.070,35 km/h. O projétil caiu no mar, próximo do Japão. Todo o trajeto do míssil foi acompanhado pelo moderno sistema de satélites da RPDC, que projetou uma imagem precisa do caminho percorrido pelo projétil.

Esse novo equipamento foi apresentado no desfile militar de 15 de abril desse ano, data em que se comemoraram os 105 anos de nascimento do fundador do País, KIM IL SUNG e testado à nível público hoje.

O Marechal KIM JONG UN disse que o míssil novo é tão bom que atinge o alvo como um franco-atirador acerta seus inimigos.

Lucidamente, KIM JONG UN prosseguiu em suas observações, dizendo: "O setor de investigação das ciências de defesa nacional continua avançando com vitórias sob atenção profunda e é guiado por nosso Partido. (...) Cada vez que noticiamos os custosos êxitos que alcançamos recentemente, os Estados Unidos sentem dor de cabeça cada vez mais forte e os gângsters títeres sul-coreanos caem em depressão".

O Marechal também destacou algo que já vem dizendo há muito: a importância do desenvolvimento sem freios das armas estratégicas de poder cada vez mais forte, como o de hoje.

Punho erguido ao alto (após a vitoriosa operação): é esse o sinal de luta do Exército Popular da Coreia, um exército de operários e camponeses comprometidos com a defesa da Revolução Socialista e a construção de uma nação altamente poderosa e próspera.
Após o sucesso do teste, os militares da unidade motorizada do Exército Popular da Coreia responsável pelo teste, agora com uniformes atualizados, comemoraram com grande festa a grande conquista.

Mais uma grande vitória da defesa nacional da Coreia Popular que não é uma boa notícia para o imperialismo americano.