5.5.17

FENEPOSPETRO REPRESENTA TAMBÉM OS FRENTISTAS DE AEROPORTOS

Via FENEPOSPETRO -

A FENEPOSPETRO representa os frentistas que abastecem aviões nos aeroportos do país. Na semana passada, representantes da empresa que administra o abastecimento dos aviões e da Federação se reuniram em São Paulo. As negociações salariais da categoria estão em curso e a Federação avançou nas propostas.


Trabalhar com produtos tóxicos e inflamáveis são características essenciais da profissão de frentista, por isso os funcionários de aeroportos que trabalham abastecendo aviões também fazem parte da categoria representada pela Federação Nacional dos Frentistas (FENEPOSEPETRO). Há dois anos, a entidade negocia com as empresas responsáveis pelo abastecimento de aviões nos aeroportos a Convenção Coletiva dos frentistas. A negociação de 2017 está em andamento, e a Federação já conquistou melhorias para categoria.

As negociações com a empresa Pioneiro, que representa os aeroportos do Pará, Acre, Rondônia, Roraima, no Norte, Mato Grosso, no Centro-Oeste e Alagoas, no Nordeste, deverão ser fechadas nos próximos dias. No último encontro, na sede da FENEPOSPETRO, em São Paulo, Eusébio Pinto Neto, conseguiu avançar nos debates e estender o adicional de periculosidade a todos os funcionários da empresa, inclusive os empregados da área administrativa.

HORAS EXTRAS

O presidente da entidade também conseguiu acabar com o banco de horas. A partir da assinatura da Convenção Coletiva, os trabalhadores receberão pelas horas extras trabalhadas. O empregado contratado pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que regulamenta o trabalho com carteira assinada no país, tem direito ao pagamento de hora extra com acréscimo de, no mínimo, 50%, de segunda a sexta-feira, e 100% aos domingos e feriados.

REPRESENTAÇÃO

A FENEPOSPETRO representa cerca de mil frentistas de aeroportos nos estados do Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Mato Grosso e Alagoas. Participaram das negociações na semana passada, o presidente da Federação, Eusébio Pinto Neto e a advogada da entidade, Augusta Raeffray e a representante da empresa Pioneiro, Janaína Lopes. Com a FENEPOSPETRO, os frentistas que abastecem os aviões ganharam mais representação e força para lutar por melhores condições de trabalho.

Além dos cursos das NRs de segurança e saúde exigidos nos postos de combustíveis, os frentistas de aeroportos têm formação técnica fornecida pela Infraero. Os profissionais que circulam nas pistas dos aeroportos recebem capacitação especifica.

SÃO PAULO - A Federação dos Frentistas do estado de São Paulo (FEPOSPETRO) representa cerca de mil e quinhentos trabalhadores, que abastecem aviões nos aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Vira Copos, em Campinas e São José dos Campos. A federação recebeu autorização da Infraero para realizar assembleias nos aeroportos para aprovação da pauta de reivindicação salarial 2017.

PARANÁ - Em Curitiba, os frentistas do Aeroporto Internacional Afonso Pena, de São José dos Pinhais, são representados também pelo sindicato da categoria.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Fenepospetro