26.5.17

FRENTISTAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO APROVAM REAJUSTE SALARIAL EM ASSEMBLEIA

Via SINPOSPETRO-RJ -

Trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do município do RJ aprovaram, ontem, em assembleia, o acordo da Convenção Coletiva 2017/2019, que prevê aumento salarial de 6,5% para a categoria.


O acordo da Convenção Coletiva 2017/2019 dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do município do Rio de Janeiro firmado entre o SINPOSPETRO-RJ e o SINDCOMB (Sindicato Patronal) recebeu a chancela dos frentistas que participaram nesta quinta-feira (25) da assembleia na sede da entidade, em Vila Isabel, Zona Norte. A categoria aprovou a proposta de reajuste dos salários, dos benefícios e a criação da jornada de trabalho diferenciada.

Na assembleia, os trabalhadores aprovaram o reajuste salarial de 6,5% proposto pelos patrões. Com o acordo, o piso do frentista passará para R$ 1.308,71, já incluso o adicional de periculosidade. Além do aumento dos salários, a categoria terá o vale-alimentação reajustado em 15% e o seguro de vida em 20%.

A proposta patronal prevê ainda o aumento de 10% na Participação dos Lucros e Resultados (PLR) que passará para R$ 466,07. O abono será pago em três parcelas - cada uma no valor de R$ 155,35. A primeira parcela será paga em junho, a segunda em setembro e a terceira e última em novembro.

As diferenças salariais e dos benefícios serão pagas até o dia 15 de junho.

JORNADA DIFERENCIADA

Os trabalhadores aprovaram também a criação da jornada inclusão da cláusula, na Convenção Coletiva, que estabelece a possibilidade de jornada de 12 horas de trabalho com 36 horas de descanso. Os postos de combustíveis, no entanto, só poderão contratar 40% do seu quadro de funcionários pela jornada 12x36. Com o regime, o trabalhador labora 176 horas por mês, enquanto a jornada de 44 horas soma 196 horas. A jornada 12x36 não poderá ser exercida pelos trabalhadores que estudam e os funcionários que aderirem a nova jornada também não poderão fazer horas extras.

* Estefania de Castro, assessoria imprensa Sinpospetro-RJ