24.5.17

FRENTISTAS DO RJ PARTICIPAM DE ATO “OCUPA BRASÍLIA”

Via SINPOSPETRO-RJ -

Dirigentes dos Sindicatos dos Frentistas do RJ e de Niterói estão em Brasília, onde hoje (24) participam de manifestações contra as reformas e o governo Temer.


Trabalhadores de diversas categorias e de vários estados do país estão em Brasília para exigir Diretas Já e o fim das reformas do governo Temer, que ameaçam retirar direitos da classe operária. Milhares de ônibus chegam a capital Federal, desde a última segunda-feira (22), para o grande ato “Ocupa Brasília”, que vai reunir mais de 300 mil trabalhadores. Os frentistas do Rio de Janeiro, que chegaram ao Distrito Federal, na noite desta terça-feira (23) participam do protesto organizado pelas centrais sindicais.

Os Sindicatos dos Frentistas do Rio de Janeiro e de Niterói, filiados à Força Sindical do RJ, atenderam a convocação da central de Ocupar Brasília contra a retirada de direitos. Os sindicalistas vão aproveitar esse momento de fragilidade do governo e de incerteza política para pressionar os parlamentares a arquivarem, de uma vez por todas, a reforma trabalhista, que tramita no Senado e a PEC da Previdência, que aguarda para ser votada no plenário da Câmara dos Deputados.

Com o escândalo político, os sindicalistas ganharam tempo para bater nas reformas. Segundo o presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, essa é a hora do povo sair às ruas para pedir eleições democráticas e dizer não as reformas. Ele afirma que o Brasil vive um estado de exceção, com um governo ilegítimo, execrado por 92% dos brasileiros, mas que mesmo assim, desafia a vontade do povo para se agarrar ao projeto espúrio de poder. Eusébio Neto diz que essa é a oportunidade da grande virada no Brasil e, para isso, a população precisa estar organizada e consciente do seu dever e direito. “Os frentistas do Rio de Janeiro estão em Brasília para defender os direitos da categoria. Não vamos permitir que parlamentares usurpem os direitos históricos dos trabalhadores, conquistados com muita luta e obstinação”, completa.

O presidente do Sindicato dos Frentistas de Niterói, Alexsandro Silva, acredita que o “Ocupa Brasília” vai se transformar num ato político contra a corrupção e em defesa da democracia no país. Ele disse que o movimento sindical precisa ser o protagonista dessa nova fase política do Brasil, para exigir justiça no país e impedir que oportunistas se aproveitem da crise para especular e ganhar fortunas no mercado financeiro. “ Chegou a hora de lutar. O futuro que a gente espera do Brasil está nas nossas mãos. E as conquistas são fruto das mobilizações”, completa.

ACAMPAMENTO

Para fazer as refeições, a higiene pessoal e descansar, os frentistas do RJ contam com uma base de apoio no Distrito Federal. O alojamento com quartos, banheiros e cozinha foi alugado pela Federação Nacional dos Frentistas (FENEPOSPETRO) para dar suporte aos sindicatos da categoria de todo o país que estão em Brasília.

Todos os diretores e funcionários de base no Rio de Janeiro estão em Brasília para engrossar o coro dos sindicalistas contra as reformas e a favor das diretas já. O retorno dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência ao Rio está previsto para hoje à noite.

Desde março, quando iniciaram os protestos contra as reformas do governo Temer, os frentistas do Rio de Janeiro têm participado ativamente dos atos pela manutenção dos direitos trabalhistas.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ