23.5.17

FRENTISTAS DO RJ VÃO DECIDIR EM ASSEMBLEIA SE APROVAM ACORDO DA CONVENÇÃO COLETIVA

Via SINPOSPETRO-RJ -

Trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do município do Rio de Janeiro se reúnem em assembleia na quinta-feira (25) para decidir se aceitam a proposta de reajuste salarial apresentada pelos patrões.

A nova sede da entidade fica na Rua Professor Manoel de Abreu, nº 850, em Vila Isabel.
Diz o ditado que a voz do povo é a voz de Deus, e como o SINPOSPETRO-RJ prima pela transparência e lisura nas suas ações, a diretoria do sindicato convoca os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do município do RJ para assembleia de aprovação do acordo da Convenção Coletiva 2017/2019. A reunião será realizada na próxima quinta-feira (25), às 9h, na sede da entidade, na Avenida Professor Manuel de Abreu, nº 850, em Vila Isabel, na Zona Norte do RJ. A participação do trabalhador é fundamental para a conclusão do processo negocial.

O SINDCOMB (Sindicato Patronal), oferece à categoria, com data-base, em 1º de março, reajuste salarial de 6,5%, além de aumento significativo nos benefícios e a criação da jornada de trabalho diferenciada.

Na última rodada de negociação, na semana passada, o patronal propôs elevar o valor do vale-alimentação para R$ 185,15, o que representa um aumento de 15% no benefício. O seguro de vida será reajustado em 20%. Já a participação nos Lucros e Resultados o reajuste será de 10%, com os trabalhadores recebendo R$ 466,07. O abono será pago em três parcelas- cada uma no valor de R$ 155,35. A primeira parcela será paga em junho, a segunda em setembro e a terceira e última em novembro.

As diferenças salariais e dos benefícios serão pagas até o dia 15 de junho.

JORNADA DIFERENCIADA

A convenção estabelece a possibilidade de jornada de 12 horas de trabalho com 36 horas de descanso. Os postos de combustíveis, no entanto, só poderão contratar 40% do seu quadro de funcionários pela jornada 12X36. Com o regime, o trabalhador labora 176 horas por mês, enquanto a jornada de 44 horas soma 196 horas. É bom deixar claro que a nova jornada não será imposta aos trabalhadores já contratados. A jornada 12X36 não poderá ser exercida pelos trabalhadores que estudam e os funcionários que aderirem a nova jornada também não poderão fazer horas extras.

DECISÃO

Na assembleia, os trabalhadores vão decidir se aceitam ou não, a proposta de reajuste salarial apresentada pelo Sindicato Patronal. A sua participação é importante para o fechamento do acordo. Essa é a hora de você fazer valer os seus direitos e manifestar a sua voz. Portanto, não se omita, participe!


* Estefania de Castro, assessoria imprensa Sinpospetro-RJ