31.5.17

SOMOS DA PAZ

Por LUIZ CARLOS MOTTA - Via UGT -


Os comerciários paulistas deram mais uma demonstração de unidade, mobilização e capacidade de luta no dia 24, na marcha “Ocupe Brasília”, organizada pelas Centrais Sindicais contra as reformas regressivas do governo. Juntamente com demais trabalhadores da UGT/SP, rumamos à Capital Federal e nos unimos aos cerca de 150 mil que protestavam contra as reformas neoliberais que estão em trâmite no Congresso Nacional. Na Esplanada dos Ministérios as forças repressoras do governo federal dispersaram a multidão que protestava, pacificamente, em defesa dos direitos trabalhistas e previdenciários.

Diálogo

Mas o sindicalismo brasileiro, organizado e determinado, não se intimida e sai fortalecido da mais expressiva marcha dos trabalhadores a Brasília. Agora, as entidades filiadas à Fecomerciários e à UGT/SP já estão divulgando em todo o Estado que temos como contribuir com alternativas viáveis às reformas defendidas pelo governo. Apesar dos pesares, o movimento sindical está disposto a abrir este diálogo porque somos pacíficos e alinhados ao entendimento.

* Luiz Carlos Motta - Presidente da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo, entidade filiada a União Geral dos Trabalhadores (UGT)