29.5.17

TEMER TRAÇA ESTRATÉGIA PARA FUGIR DA CASSAÇÃO. DELEGADOS FEDERAIS REDIGEM NOTA QUE REVELA PREOCUPAÇÃO

ALCYR CAVALCANTI -


Em uma nova manobra o presidente Michel Temer fez uma inusitada troca de ministros, o da Justiça vai para o Ministério da Transparência e o da Transparência vai para a Justiça. O ministro Osmar Serraglio que não conseguiu impedir manifestações que pedem o afastamento de Temer e as investigações da Policia Federal, principalmente depois da prisão de mais um assessor, Tadeu Filipelli, além de dois ex-governadores rapidamente foi afastado do Ministério da Justiça . A nomeação de Torquato Jardim para um importante ministério como o da Justiça, que tem a Policia Federal a ele subordinada preocupa a Associação de Delegados Federais que acreditam que as investigações referentes à corrupção na Operação Lava-Jato possam ser prejudicadas, visto que o novo ministro Torquato Jardim tem restrições à velocidade das apurações sobre corrupção feitas pelos agentes federais. Na nota emitida pelos delegados dizem que Torquato Jardim não tem nenhuma proposta para a pasta.

Para muitos críticos foi um malabarismo para tentar livrar o deputado suplente Rodrigo Loures da prisão devido à perda da imunidade parlamentar (foro privilegiado) que já teria combinado uma delação premiada que poderia envolver não só Michel Temer, mas inúmeros aliados. Loures é suplente e entrou na vaga de Osmar Serraglio do PMDB do Paraná que só não voltou para a Câmara dos Deputados porque iria falar tudo que sabe, ele é um dos homens de inteira confiança do Planalto.

No início de junho, mais precisamente na terça-feira dia 06/06 deverá começar o julgamento da Chapa Dilma-Temer e tudo indica que a chapa vai ser impugnada por abuso de poder econômico,  Caixa 2, devido às inúmeras provas que existem sobre a dobradinha. Temer e seu grupo correm contra o tempo, estão reunidos dia e noite, principalmente na calada da noite, da mesma forma do encontro furtivo entre o dono da Friboi Joesley Batista na conversa reservada do dono da carne e o presidente em sua residência, o que revela uma intimidade mais do que suspeita entre um criminoso que fez uma delação premiada e o supremo mandatário da Nação. Mas Temer tem trocado ideias com o Ministro Gilmar Mendes através de mensageiros fiéis para tentar escapar da guilhotina do Tribunal Superior Eleitoral na semana que vem.