5.6.17

1- ABRAÇO DO AFOGADO: MINISTROS DO PSDB DIZEM A TEMER QUE O PARTIDO PERMANECE NA BASE; 2- ATO DAS DIRETAS EM SP REÚNE 100 MIL; 3- BOULOS DIZ NO ATO QUE “A RUA VAI DEFINIR” O QUE ACONTECE COM TEMER [VÍDEO]

REDAÇÃO -


Ministros do PSDB estiveram na manhã deste domingo, 4, com o presidente Michel Temer, no Palácio do Jaburu, para garantir ao peemedebista que o partido, por ora, vai continuar na base aliada.

A permanência do PSDB no governo dá uma sobrevida a Temer, que enfrenta nesta semana o início do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode levar à cassação do seu mandato. A decisão dos tucanos é vista como um referencial para os demais partidos da base, que poderiam acompanhar a debandada.

Participaram do encontro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e Bruno Araújo (Cidades), que chegou a ameaçar entregar o cargo no dia em que a delação dos empresários do grupo J&F veio a público.

Segundo um dos ministros, a reunião da Executiva do partido vai ser na quinta-feira, mas terá como objetivo fazer uma “análise de conjuntura” e não decidir se o PSDB vai deixar o governo. (…) (via Estadão)

***
Ato das diretas em São Paulo reúne 100 mil, segundo organizadores

“Estamos reunidos porque não fugimos da luta. O Brasil precisa de nós. A civilização que fez esquecer as premissas dos povos originários, do negro e do índio, deu nisso”, disse a atriz e poeta Elisa Lucinda durante o ato SP pelas Diretas Já, no Largo da Batata, zona Oeste da capital. “Fora Temer pelo amor de Deus! Como é que pode? Parece que Brasília está de costas, não nos escuta. O homem está lá de pirraça e fugindo da polícia”, disse emocionada ao pedir o fim do governo de Michel Temer (PMDB) e a realização de eleições diretas.

Confira a reportagem completa no site Rede Brasil Atual

***
No ato das diretas em SP, Boulos diz que “a rua vai definir” o que acontece com Temer