5.7.17

CONVITE: "FÓRUM ITINERANTE SOBRE SANEAMENTO AMBIENTAL DOS RIOS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CANAL DO CUNHA - BAÍA DE GUANABARA"

REDAÇÃO -

O Planejador Ambiental e Ecologista Sérgio Ricardo Lima convida. Dia 8 de Julho de 2017 (sábado) entre 14 e 17 hs, no auditório do Colégio Estadual Prof. Clóvis Monteiro (entrada pela Rua Cesar Marques / Avenida dos Democráticos, 271 - Higienópolis - RJ).


O fórum é organizado pelo Movimento Baía Viva, fundado na década de 1990, e tem por objetivo mobilizar a sociedade para a construção de uma "Agenda pela Saúde Ambiental das Baías de Guanabara e de Sepetiba e de seus Povos", que consiste num conjunto de propostas setoriais de Políticas Públicas que abrangem diversos aspectos sociais, culturais, econômicos, ambientais e de conservação da biodiversidade.

No Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG), iniciado em 1995, foi previsto a construção de tronco coletor que transportaria os esgotos das residências situadas nas zonas Norte e da Leopoldina para serem tratados na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Alegria. No entanto, passado 22 anos do início do PDBG, até o momento esta importante obra de saneamento básico não foi executado. Com isso, os corpos hídricos da Sub-bacia do Canal do Cunha, considerado o mais poluído da Baía, continuam extremamente poluídos, os rios da região tem sido transformados em valões de esgotos, o que tem contribuído para a acentuada queda da qualidade de vida da população, em especial as que vivem nas favelas. A região de Manguinhos é bastante vulnerável aos impactos das inundações e enchentes e os corpos hídricos recebem diariamente grande volume de lixo, esgotos e poluentes industriais (metais pesados).

A programação do evento prevê o lançamento do documentário "Guanabara 16" e atividade cultural.

Convidados: CEDAE, Fundação Rio Águas, Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), FIOCRUZ, COMLURB, Comitê de Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara, Grupo de Articulação do Canal do Cunha, SINTSAMA, Verdejar, além de movimentos sociais e associações de moradores locais.

O fórum conta com o apoio da direção do CE Prof. Clóvis Monteiro, do grêmio estudantil Nelson Mandela, do Observatório do Canal do Cunha (FIOCRUZ), da Rádio Comunitária Show do Rio 100,9 e do Movimento Popular de Favelas e do Instituto Goethe / Cooperação Alemã GIZ.

As propostas apresentadas durante o fórum em Manguinhos constarão do documento: “Agenda pela Saúde Ambiental das Baías de Guanabara e de Sepetiba e de seus Povos”, em processo de elaboração nas plenárias e fóruns itinerantes do Baía Viva que será lançado no dia 5 de Agosto de 2017 (sábado), durante o evento de encerramento do Projeto “Jogos do Sul” na Praça Tiradentes e na Barqueata na Baía de Guanabara, que será realizada no Museu do Amanhã (Praça Mauá), por ocasião do 1o. aniversário da realização das Olimpíadas de 2016, na cidade do Rio de Janeiro.

Confirme sua presença pelo (21) 99734-8088 (wathsapp)