6.7.17

PEDRO PARENTE O LALAU DA PETROBRÁS!

EMANUEL CANCELLA -


Ontem, 05/07/17, Pedro Parente se reuniu com os sindicatos petroleiros para apresentar sua proposta de rebaixamento do Benefício Farmácia e aumentar a participação financeira dos petroleiros no seguro de grande risco, em nosso plano de saúde.

Depois que a Globo fez um Fantástico dedicado a caluniar os petroleiros na utilização do Beneficio Farmácia – BF, usando denúncias que, no limite, podem até abranger alguns poucos petroleiros que deverão ser punidos, caso comprovado, mas não punir toda a categoria, como foi o caso, com a suspensão do BF.

Depois dessa reportagem restou apenas o reembolso do valor pago por alguns remédios, alguns. E não funciona, muitos petroleiros abandonaram a busca do reembolso dada a dificuldade burocrática criada no resgate. Mesmo suspensos, os 300 mil usuários (titulares e dependentes) do BF continuaram pagando pelo serviço.

Muitos petroleiros dizem que a matéria do Fantástico foi paga pelo Pedro Parente. Verdade ou não, a revisão do BF vem ao encontro da matéria da Globo, rebaixando nosso BF.

O seguro de Grande Risco segue os mesmos parâmetros do BF onde todos pagam independente de usar ou não. O grande risco cobre integralmente o tratamento de doenças graves; os demais tratamentos são acobertados pelo seguro de pequeno risco.

Parente também retira direitos dos petroleiros no plano de saúde, ele cancelou de forma espúria nossa participação nos lucros – PLR, garantida pela lei 10.101/00; não concede aumento real de salário, nem abono; quer reduzir de forma criminosa o efetivo de operadores na refinaria, gerando insegurança na sociedade e na categoria, aumentando o risco de acidente.

Por outro lado, Pedro, de forma criminosa, faz a festa dos gringos e com a parcimônia da Lava Jato.

Em resumo, Pedro Lalau está entregando ativos da companhia sem licitação. “Vendendo”, para quem quer e pelo valor que ele mesmo determina, o filé mignon da indústria do petróleo, como áreas do pré-sal, petroquímicas, malha de dutos do sudeste - NTS,  e muito mais (2,3).

Ainda tem a cara de pau de contratar, para área de exploração e produção da companhia, a Total, considerada a petroleira mais corrupta do planeta (4). E justamente para a área de exploração e produção onde a Petrobrás já ganhou o prêmio OCT, por três vezes, considerado o “Oscar” da indústria do petróleo.

E recentemente Parente fez um acordo suspeitíssimo doando quase 500 bilhões de dolares a americanos (5).

A Lava Jato representa uma CPI que investiga a Petrobrás e não poderia permitir essa gestão criminosa de Pedro Parente, mas é conivente com o tucano Pedro Lalau, assim como protege outros tucanos, já que não investigou o governo do tucano de FHC, trocentas vezes delatado na Lava Jato, Muitas dessas delações envolvendo o próprio filho de FHC (6,7). E se o tucano,  Aécio foi desmascarado foi por outro juízo, a Lava Jato sempre o protegeu.

E a Lava Jato não esconde de ninguém, no Brasil e no mundo, que não investiga tucano (8,9). Nem denúncia formal ao MPF destacando a omissão da Lava Jato tem serventia. Muito pelo contrário, o MPF ao invés de investigar a denúncia de omissão da Operação, feita em dezembro de 2016, acatou o pedido do juiz Sergio Moro e intimou-me, em dezembro do mesmo ano, por possíveis ofensas ao funcionário público.(10,11).

Não podemos esquecer que Pedro Lalau foi indicado pelo presidente golpista que, segundo denúncia do dono da JBS, “Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil.”

Fonte:

* Emanuel Cancella, OAB/RJ 75.300, ex-presidente do Sindipetro-RJ, fundador e ex diretor do Comando Nacional dos Petroleiros, da FUP e fundador e coordenador da FNP , ex-diretor Sindical e Nacional do Dieese,  sendo também autor do livro “A Outra Face de Sérgio Moro”