3.7.17

SINPOSPETRO-RJ REALIZA AÇÃO DE SINDICALIZAÇÃO NA ZONA NORTE DA CIDADE

Via SINPOSPETRO-RJ -

No posto Jana, em Brás de Pina, da Rede LM, todos os trabalhadores se associaram ao SINPOSPETRO-RJ na ação realizada neste fim de semana.


Depois de uma semana de intensos embates com pressão no Congresso Nacional para tentar convencer os senadores a votarem contra a reforma trabalhista e de manifestações no país, o presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, dedicou o fim de semana ao trabalho de base. Acompanhado dos diretores Aparecida Evaristo e Klebson Patrício, o presidente do sindicato visitou mais de 30 postos de combustíveis na Zona Norte do Rio. A ação teve por objetivo fortalecer o trabalho da entidade junto à categoria.

A visita surpreendeu os frentistas que receberam os dirigentes do SINPOSPETRO-RJ com satisfação. Durante o mutirão de ações, que teve por objetivo conscientizar os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência sobre os seus direitos, foram distribuídos também o jornal da entidade, com informações da categoria, e a nova tabela de salários do município do Rio de Janeiro. Os dirigentes também fizeram novos associados, que a partir de agora terão descontos especiais em vários convênios firmados pelo sindicato.

O presidente do sindicato disse que a ação vai ser intensificada nos próximos dias. Segundo Eusébio Neto, diante das propostas do governo de retirar direitos dos trabalhadores, o movimento sindical precisa acordar e estar presente na base orientando a categoria. “Muitos trabalhadores não têm a noção do que está acontecendo, o que as reformas vão acarretar e desconhecem os seus direitos. Só no corpo a corpo, na visita diária aos postos é que podemos levantar as irregularidades e organizar a categoria para a luta”, completou.

SINDICALIZAÇÃO

O sábado foi dedicado a visita aos postos de combustíveis nos bairros da Penha, Brás de Pina, Vista Alegre, Vila da Penha e Vicente de Carvalho. No posto Jana da Rede LM, em Brás de Pina, os dirigentes do sindicato associaram todos os trabalhadores.

Na visita aos postos, Eusébio Neto frisou que os trabalhadores independentemente de serem associados ou não, contam com total apoio do sindicato e devem denunciar à entidade irregularidades nas empresas. Ele afirmou que o departamento jurídico está à disposição dos trabalhadores para defender os interesses da categoria.

SEGURANÇA E SAÚDE

Durante a visita aos postos, os dirigentes fizeram um levantamento sobre o cumprimento das normas regulamentadoras de segurança e saúde no ambiente laboral. O sindicato verificou se a NR 17 - que determina a instalação de assentos para descanso durante as pausas quando o trabalhador não estiver abastecendo - está sendo cumprida.

O presidente do sindicato também verificou a implantação da NR 20, que determina requisitos mínimos de segurança e saúde no manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis.

No posto da Rede Rio, Eusébio Neto, orientou as frentistas sobre o risco de trabalhar sem o uniforme correto. O sindicato constatou que uma funcionária trabalhava de short, o que é um risco à saúde, principalmente, se houver um acidente e o combustível tiver contato direto com a pele. Ele alertou o representante da empresa sobre a lei estadual do Shortinho, sancionada em 2009, que proíbe os trabalhadores de postos de usarem a vestimenta, que expõe o corpo e põe em risco a saúde. O representante do posto ao tomar ciência firmou o compromisso de resolver a questão. Esse é o SINPOSPETRO-RJ em ação lutando em defesa dos direitos dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ