17.8.17

1- GILMAR MENDES LIBERTA JACOB BARATA FILHO E PRESIDENTE DA FETRANSPOR; 2- JAIR BOLSONARO É HOSTILIZADO COM OVADA DURANTE VISITA A RIBEIRÃO PRETO [VÍDEO]

REDAÇÃO -


O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta quinta-feira habeas corpus para libertar o empresário Jacob Barata Filho. O magistrado também libertou o presidente da Fetranspor, Lélis Teixeira. A informação foi antecipada pelo colunista Lauro Jardim, no site do GLOBO.

Momentos depois da decisão de Gilmar Mendes, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, determinou, novamente, a prisão de Lélis Teixeira.

Gilmar definiu uma série de medidas cautelares a serem impostas a Jacob Barata. Ele ficará em prisão domiciliar à noite, nos fins de semana e nos feriados; terá suspenso o exercício de cargos na administração de sociedades e associações ligadas ao transporte coletivo de passageiros, além de ficar proibido de entrar em qualquer desses estabelecimentos. Barata também precisará comparecer periodicamente em juízo; ficará proibido de manter contato com os demais investigados, por qualquer meio; e não poderá deixar o país, devendo entregar seus passaportes à Justiça.

Barata foi preso no último dia 2, no Aeroporto Tom Jobim, quando tentava embarcar para Portugal, país do qual tem cidadania. Ele é investigado na Operação Ponto Final, suspeito de ser um dos administradores de um esquema de pagamento de propina em troca de vantagens a empresas do setor. O esquema seria uma ramificação da suposta organização criminosa liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral. (via Globo)

***
Jair Bolsonaro é hostilizado com ovada durante visita a Ribeirão Preto

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) foi hostilizado e levou uma ovada de uma manifestante durante uma visita a Ribeirão Preto (SP) na tarde desta quinta-feira (17).

No vídeo é possível ver o político caminhando pelas ruas do Centro da cidade. Em um determinado momento, ele decide entrar em uma cafeteria no cruzamento das ruas São Sebastião e Álvares Cabral.

O político estava com apoiadores, fazendo fotos e vídeos, quando uma mulher se aproximou, tocou no ombro dele e, quando Bolsonaro se virou para ela, a mulher apertou um ovo contra o peito do deputado e fez críticas à sua postura política.

Na sequência, a manifestante é detida e Bolsonaro deixa o local. Ele foi registrar boletim de ocorrência na central de flagrantes da Polícia Civil, onde presta depoimento. (via G1)