23.8.17

A DÍVIDA EXTERNA QUE PASSOU A DÍVIDA PÚBLICA

HELIO FERNANDES -

Todos os países têm divida EXTERNA. Não é para ser paga e sim para ser amortizada. Potencias como EUA e China não são exceção, mas mantêm o equilíbrio com os juros. Os empréstimos são para investimento. E se os juros forem muito altos, um desastre.

O Japão tem a menor taxa do mundo: 0,1%. O Brasil já teve a maior, verdadeiramente inacreditável: 40%, no desgoverno FHC. Os EUA ficaram em dezenas de anos, 0,25% ou 0.50%. Só agora aumentaram ligeiramente.

Leia mais na COLUNA