1.8.17

COMEÇA AGOSTO, COM O DIA 2 REPETIDO

HELIO FERNANDES -

Acaba o recesso do Legislativo e do Judiciário. A Câmara já havia fixado com antecedência o dia 2 para o seu julgamento mais importante e até agora inédito na Republica: o que fazer com o presidente confessadamente corrupto, não apenas PASSIVA, mas também ATIVAMENTE.

Antes dessa questão, o AINDA vice, durante 14 meses respondeu por um processo de cassação de mandato. Como teve sucesso com a proteção do ministro sem toga, Gilmar Mendes, não foi cassado. Vitorioso em parceria com o corruptissimo Eduardo Cunha, já não era mais vice acoplado com a candidata a presidente, e sim presidente sem voto, sem povo, sem urna.

Leia mais na COLUNA