26.9.17

ACIDENTES EM POSTOS DE COMBUSTÍVEIS É TEMA DE REUNIÃO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO

Via SINPOSPETRO-RJ -

Acidentes provocados por explosões em postos de combustíveis no estado serão tema da reunião de mediação, que acontece nesta terça-feira (26), na sede da Superintendência do Ministério do Trabalho (MTE) no Centro do Rio de Janeiro. Representantes das empresas fiscalizadoras e distribuidoras de combustíveis foram convidados para o encontro.


O descaso de algumas empresas com relação à vida do trabalhador de postos de combustíveis e lojas de conveniência preocupa o presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto. Depois do benzeno que mata silenciosamente e devagar, acidentes provocados por vazamento de combustível se tornaram uma grande ameaça para os frentistas. No início deste semestre, duas explosões levaram pelos ares postos de combustíveis no Rio de Janeiro. Para prevenir o risco de acidentes e debater a fiscalização nos postos, a Superintendência Regional do Ministério do Trabalho do RJ (SRTE-RJ) realiza nesta terça-feira (26), às 15h, uma audiência de mediação com as empresas responsáveis pelo abastecimento e manutenção das bombas nos postos de combustíveis.

A reunião foi solicitada pelo SINPOSPETRO-RJ. Participam da audiência representantes da Agência Nacional de Petróleo (ANP), do Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (SINDICOM), da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM-RJ), do Instituto Nacional de Metrologia Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e da Federação Nacional dos Frentistas (FENEPOSPETRO).

Além de cobrar o cumprimento das normas de segurança, o presidente do SINPOSPETRO-RJ e também da FENEPOSPETRO, Eusébio Neto vai propor a criação de uma campanha educativa para reduzir os riscos de acidentes nos postos de combustíveis. Ele afirma que o trabalhador, assim como o cliente precisam ter conhecimento dos riscos que o ambiente do posto representa. A campanha envolverá todos os tipos de combustíveis comercializados nos postos. Eusébio Neto afirmou que a melhor prevenção é a educação.

ACIDENTES

No dia 29 de julho deste ano uma mulher ficou ferida em consequência da explosão de um cilindro de Gás Natural Veicular (GNV) enquanto abastecia o carro em um posto da Rede Austral, no bairro do Sampaio, Zona Norte do Rio. Três dias depois, em 1º de agosto, o posto Niaso, em Ramos, ficou destruído por uma explosão provocada por um problema na bomba de diesel. Ninguém ficou ferido, porque o posto não funciona à noite e o acidente aconteceu por volta das 5h.

Nos últimos três anos foram registrados cerca de 14 acidentes com explosões em postos de combustíveis no estado do Rio de Janeiro.

Para Eusébio Pinto Neto, isso prova a falta de fiscalização nos postos de combustíveis, tendo em vista que cabe aos órgãos públicos verificar as condições de segurança e saúde no ambiente laboral. Eusébio destaca que o poder público tem a função de zelar pelo bem-estar e da segurança da sociedade.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Fenepospetro