10.9.17

IDENTIFIQUE COMPORTAMENTOS MACHISTAS DISFARÇADOS DE "COISAS NATURAIS"

ILUSKA LOPES -



Divisão de tarefas.
Num mundo em que mulheres e homens trabalham fora, por que cabe a elas fazer o serviço doméstico quando chegam em casa? Já pensou que talvez as mulheres sejam as únicas a saber cozinhar simplesmente porque seus companheiros nunca tentaram e elas foram treinadas pra isso a vida toda?

Mulher no volante...
Machista ao extremo a famosa expressão. Se algumas mulheres são inseguras no volante, é porque os pais não nos ensinam a dirigir desde a infância como aos filhos homens. Além de tudo, o dito é mentira: pesquisas mostram que, no Brasil, mulheres se envolvem muito menos em acidentes de carro do que homens e raramente em acidentes fatais.

Fiu-fiu.
Sei que esta opinião é polêmica, mas repito: cantada na rua não é elogio, é manifestação de poder. Cantada é ótima quando é bem-vinda. Na rua, partindo de um estranho, só causa medo.

"Ela tá querendo".
Por Deus, há mil razões pelas quais uma mulher usaria roupas curtas e a primeira delas é conforto. Por que quando um homem mostra o corpo é calor e quando uma mulher mostra é um chamado ao sexo?

Deus é homem.
Quando a Bíblia diz que Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, está falando da espécie humana e não do homem enquanto gênero. Deus não tem sexo. Projetar a imagem de Deus como um homem barbudo apenas coloca mais um homem em posição de poder.

Mulatas são sexy.
Essa ideia vai muito além do machismo: é preconceituosa. Ela deriva de uma época horrorosa no Brasil em que os senhores iam à senzala estuprar as escravas, de quem tomavam todo seu prazer, já que a mulher branca, a esposa, era uma figura "límpida" que não deveria ser manchada pelo sexo. Se uma mulata é sexy, essa é uma qualidade dela enquanto indivíduo e não enquanto grupo social.

É difícil ser mãe e trabalhar.
E ser pai e trabalhar não é? Exceto pela fase da amamentação, não vejo porque uma mãe teria mais dificuldades em trabalhar do que um pai. As tarefas com os filhos devem ser igualmente dividida pelos dois, pelo bem da criança, dos pais e, em alguns casos, do relacionamento do casal.

Toda lésbica é masculinizada.
Alguns machistas parecem ter a necessidade de dizer que mulheres que não gostam deles só podem desejar ser como eles! Claro que não! Há tantas variáveis de lésbicas quanto há de indivíduos heterossexuais. A maioria se veste exatamente como as mulheres heterossexuais.

Homem paga a conta.
Não vejo porque essa regra seria justa a não ser por duas razões: o camarada ganha mais do que você ou foi ele quem te convidou. De resto, se você convidou, você paga, se ganha mais, você paga, e se nenhum dos demais se aplica, acho justo dividir a conta. Essa é uma herança dos tempos em que mulheres não podiam trabalhar (reconheço que a maioria das mulheres ganha menos que os companheiros hoje, e, talvez, uma divisão proporcional seja o ideal para a maioria dos casais).