16.9.17

JUDICIÁRIO LABORAL ENFRENTA O INFERNO ASTRAL

ROBERTO M. PINHO -

(...) A verdade é que a reforma trabalhista já poderia ter sido elaborada, votada e aprovada nos governos de Lula e Dilma. Até hoje nenhum dos dois ex-presidentes souberam explicar porque não introduziram a proposta durante suas gestões administrativas.


A partir do dia 11 de novembro entrará em vigor as novas regras aprovadas pela reforma das leis trabalhistas. Seus defensores sustentam que os altos números de processos que travam os tribunais brasileiros, com pedidos exorbitantes e desconexos precisavam de um basta...

Leia mais na COLUNA