15.9.17

NOVA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA VAI EXIGIR DOS SINDICATOS MAIS ATENÇÃO NAS NEGOCIAÇÕES

Via FENEPOSPETRO -

Para o presidente da CSB, Antônio Neto, o negociado sobre o legislado, proposto pela Lei da Reforma Trabalhista, fortalece os sindicatos e a negociação das categorias.


Com a entrada em vigor da Lei da Reforma Trabalhista, os sindicatos no Brasil, que sempre foram atuantes, terão que propagar mais as suas ações para que os trabalhadores tenham conhecimento de que as conquistas da Convenção Coletiva não são doações feitas pelos patrões, mas resultado de luta e persistência dos representantes das categorias. A afirmação foi feita pelo presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antônio Neto, em entrevista ao site da FENEPOSPETRO. egundo ele, muitos trabalhadores acreditam, erroneamente, que as empresas concedem por livre e espontânea vontade o vale-alimentação, a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e outras conquistas que não fazem parte da legislação trabalhista. Antônio Neto alerta, que a partir de agora, os sindicatos terão que ter um cuidado maior com as cláusulas da Convenção Coletiva, para definir, efetivamente, o que é primordial na relação capital e trabalho.

Leia mais na COLUNA