25.9.17

"REJEIÇÃO EM BLOCO DAS MEDIDAS DO GOVERNO TEMER VIA REFERENDO REVOGATÓRIO". BATE-PAPO COM JOSÉ CARLOS DE ASSIS [VÍDEO]

DANIEL MAZOLA -


Não há como enfrentar os ataques do desgoverno Temer ao povo brasileiro sem um "referendo revogatório" das medidas de violação dos interesses sociais e nacionais. Essa afirmação é do professor José Carlos de Assis e foi feita durante o bate-papo da semana para a TRIBUNA DA IMPRENSA Sindical. Ao final do texto assista o vídeo na íntegra.

Para nosso colaborador, jornalista premiado e economista, “estão agredindo nossa nacionalidade e direitos mais elementares, a exemplo do congelamento dos gastos públicos sociais, da destruição da CLT, do ataque à Previdência, da venda da Amazônia, da privatização das hidrelétricas e da água de beber, entre outras medidas governamentais de interesse estritamente privado e contra o interesse público”.

José Carlos de Assis entende que é preciso reverter todo o “saco de maldades” da dupla Temer-Meirelles de uma única vez usando os instrumentos da democracia, “não há como nos contrapormos a essas medidas uma a uma”, disse. Para isso, o caminho é consultar diretamente o povo brasileiro através de um "referendo revogatório", de forma que o próprio povo, independentemente do Governo entreguista, decida ele mesmo se aceita ou não essas medidas.

Já assinei e recomendo que todos assinem, solicito a plena adesão de todos, perder a esperança jamais. Como afirmou nosso colunista: "É inédito, todas as instituições da República derreteram!". Segue aqui o link para assinaturas do manifesto e do abaixo assinado propondo o "referendo revogatório" das medidas entreguistas e devastadoras adotadas pelo usurpador indireto da República. Confira o vídeo: