18.9.17

SINDICATO DOS FRENTISTAS DE CAMPINAS (SP) INCENTIVA TRABALHADORES A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS

Via FENEPOSPETRO -

Sindicato dos Frentistas de Campinas (SP) desenvolve projeto para melhorar a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência da cidade.


A preocupação do Sindicato dos Frentistas de Campinas (SP) com a saúde do trabalhador de posto de combustíveis e lojas de conveniência vai além da questão do benzeno. A profissão de frentista, além de ser perigosa é extremamente estressante. Trabalhar em pé, lidar com o público, estar exposto a violência e manusear produtos tóxicos e inflamáveis pode elevar o nível de estresse. Para despertar na categoria a importância da prática de exercícios físicos para melhorar o condicionamento do corpo e prevenir doenças o sindicato montou na sede da entidade, uma academia de ginástica.

Segundo o presidente do sindicato, Francisco Soares, a ideia surgiu de um bate-papo com os trabalhadores que buscavam uma maneira de melhorar o condicionamento físico e de interagir mais com o sindicato. Ele afirma que o projeto aproximou não só o trabalhador do sindicato, mas toda a sua família. Francisco diz que com a academia o trabalhador passou a ter mais conhecimento das ações desenvolvidas pelo sindicado. “Como as aulas são diárias, os associados e seus dependentes acabam acompanhando o dia a dia da diretoria. É ,uma conscientização silenciosa, mas que tem surtido muito efeito”, informou.

A academia de 500 m² foi inaugurada em setembro de 2013 e funciona de segunda a sexta-feira nos turnos da manhã e da tarde. Desta forma o sindicato consegue atender a um maior número de trabalhadores, que alternam os turnos do trabalho com as aulas de ginástica. No ano passado o sindicato investiu na compra de 23 equipamentos de última geração. Isso deu um upgrade à academia que hoje conta com uma variedade de aparelhos de ginástica que garantem aos trabalhadores resultados expressivos na melhora do condicionamento físico.

O maior incentivador do projeto é o próprio presidente da entidade, que além de fazer caminhadas diárias, pratica exercícios na academia em dias alternados. Para Francisco Soares, o esporte não é uma questão apenas de trabalhar o corpo, mas também a mente: O exercício físico ajuda a gente a manter o equilíbrio emocional e a aliviar o estresse.

PREPARADOR FÍSICO - Há dois anos o professor Glauber de Souza desenvolve um trabalho permanente para orientar a família frentista de Campinas sobre o risco da vida sedentária para o corpo e a mente. Ele frisa que a maior dificuldade é mostrar as pessoas que não existe milagre e que o resultado é fruto de dedicação e determinação do aluno.

Glauber afirma que o grande desafio do aluno é vencer o sedentarismo. Ele diz que o exercício físico tem uma rotina e há semanas em que a série não agrada o aluno, mas mesmo assim ele precisa vencer essa inércia e continuar o treinamento. “É difícil mostrar para o aluno que o resultado não vem do dia para a noite. A disciplina no esporte também é fundamental para atingir o objetivo traçado. O resultado positivo é fruto da regularidade”, completou.

De acordo com o professor o exercício físico é importante para prevenir doenças como: depressão; diabetes; hipertensão; osteoporose; lesões musculares; ansiedade entre outros.

PESQUISA - De acordo com pesquisa realizada pelo IBGE, somente um quarto da população brasileira que trabalha com carteira assinada pratica atividade física. O nível recomendado de exercícios físicos é de, pelo menos, 150 minutos semanais de intensidade leve ou moderada ou de, pelo menos, 75 minutos de atividade física de intensidade vigorosa. Levando essas orientações em consideração, uma parcela majoritária – 74,8%–não se exercita em ritmo satisfatório.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Fenepospetro