30.10.17

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALERJ VAI DEBATER RISCOS DO BENZENO PARA A SAÚDE DO FRENTISTA

Via SINPOSPETRO-RJ -

Sindicatos dos Frentistas do estado do Rio de Janeiro cobram maior fiscalização nos postos de combustíveis para evitar acidentes.


Os riscos de contaminação pelo benzeno e o meio ambiente laboral nos postos de combustíveis serão temas da audiência pública da Comissão de Trabalho e Legislação Social da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), nesta segunda-feira (30), às 14h. O presidente da Comissão deputado Paulo Ramos (PSOL), vai cobrar das empresas medidas preventivas contra acidentes e a implantação das normas de segurança e saúde nos postos de combustíveis do estado do Rio de Janeiro. Os presidentes dos Sindicatos dos Frentistas do Rio de Janeiro, Eusébio Pinto Neto, de Niterói e Região, Alexsandro Santos e de Campos dos Goytacazes, Valdeci Guimarães.

O presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, destaca que o poder público tem a função de cuidar do bem-estar e da segurança da sociedade. Ele frisa que os órgãos públicos precisam verificar a implantação do item 9.4 do anexo II da NR 9, que proíbe os postos de combustíveis de abastecer o carro depois de acionada a trava de segurança da bomba de combustível.

Na audiência, Eusébio Neto vai lembra que o anexo II da NR 9 também proíbe a transferência de combustível líquido contendo benzeno através do uso de mangueira por sucção oral. Ele diz que o empregador tem obrigação de proibir a utilização de flanelas, estopas e tecidos similares para conter respingos e extravasamentos de combustíveis líquidos contendo benzeno. A limpeza tem que ser feita com papel toalha e o trabalhador precisará usar luva, que faz parte do Equipamento de Proteção Individual (EPI).

CAMPANHA - Na semana passada, o SINPOSPETRO-RJ lançou a campanha de segurança e saúde nos postos de combustíveis do estado do Rio de Janeiro. A diretoria distribuiu para os trabalhadores panfletos com informações sobre o risco de abastecer o carro “além do limite”.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ