11.10.17

ELIMINATÓRIAS SULAMERICANAS: "LA PULGA"CLASSIFICA ARGENTINA PARA A COPA DA RÚSSIA COMO CABEÇA DE CHAVE

ALCYR CAVALCANTI -


Quem tem Lionel Messi como jogador tem tudo, ou pelo menos 95% de um time de futebol. Com atuação primorosa de  Leonel Messi que marcou os gols da Argentina contra o Equador  e salvou a seleção duas vezes campeã do mundo (1978 e 1986) de um vexame histórico em Quito. A seleção portenha vinha jogando muito mal, não conseguia vencer e mostrou a Messi dependência principalmente depois do empate com a Venezuela em Buenos Aires. Nos jogos anteriores Messi deixava seus atacantes na cara do gol, mas a bola não entrava. Então  Pulga, o melhor jogador do mundo, comparado a Diego Armando Maradona fez três gols e carimbou o passaporte da seleção portenha dirigida por Jorge Sampaoli contratado para colocar a Argentina na Copa. Messi  tirou de vez todas as dúvidas se ele de fato é ou não um jogador de seleção.

O Brasil já classificado passou fácil pelo Chile, na Arena Palmeiras em São Paulo, e venceu por 3x0 com gols de Gabriel Jesus e Paulinho na seleção comandada pelo técnico Tite. Uruguai passou fácil pela Bolívia e foi o segundo colocado nas eliminatórias sul americana enquanto a Colômbia completou os quatro sul americanos classificados, enquanto o Peru vai para a repescagem. A surpresa negativa foi a eliminação do Chile seleção duas vezes campeã da Copa América e que ficou fora da Copa 2018. Tem festa em Buenos Aires pela noite a dentro e Messi mostrou porque foi escolhido cinco vezes o melhor do mundo e merecidamente vai merecer uma estátua em sua terra. Agora é muita preparação para a "Batalha de Moscou".