17.10.17

MAIS FORTES SÃO OS PODERES DO POVO: DEDO NA FERIDA É PREMIADO NO FESTIVAL DO RIO [VÍDEO]



“Dedo na Ferida”, de Silvio Tendler, recebeu o Prêmio Júri Popular de melhor documentário longa metragem no Festival do Rio, 2017. A premiação ocorreu no Cine Odeon, RJ, neste domingo (15). O filme, que trata das novas estratégias de dominação do capital financeiro e seu ataque às democracias, foi ovacionado durante sua exibição. “A importância de ganhar o prêmio pelo Júri Popular é toda”, afirmou o diretor, logo após a premiação. “Como disse Glauber (Rocha), mais fortes são os poderes do povo. Vamos juntos nessa. Estamos muito orgulhosos de ter recebido este prêmio, por este júri.”

“Dedo na Ferida” aborda o fim do estado de bem‐estar social e a interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos, em um cenário onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social. Milhões de pessoas peregrinam em busca de melhores condições de vida enquanto o capital só aspira a concentração da riqueza em poucas mãos. Neste cenário de tensões sociais, intelectuais lutam para transformar o mundo levantando temas como os fim dos direitos sociais, o desemprego, o mercado e o ressurgimento de movimentos extremistas.


O documento foi produzido numa parceria com o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ) e a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge).

Roteiro e Direção: Silvio Tendler
Argumento: Silvio Tendler, Keith Cattley e Sérgio Barbosa de Almeida
Produção Executiva: Ana Rosa Tendler
Diretora Assistente: Lilia Souza Diniz
Montagem: Fransciso Slade
Direção de Fotografia: Lúcio Kodato, Maycon Almeida e Tao Burity
Produção: Maycon Almeida