5.10.17

PELO MENOS MAIS 15 DIAS DE SUSPENSE ENTRE SUPREMO E SENADO

HELIO FERNANDES -


Aécio Neves, personagem menor, provoca e aumenta, um confronto que todos sabem como começou, ninguém sabe como terminará. A tremenda divisão e até hostilidade interna do Supremo, levou a uma conclusão assustadora. Nas Turmas, sempre 3 a 2, sem mérito e sem analise. No plenário, questões mais importantes, 6 a 5, ás vezes 7 a 4.

No senado (o mesmo para a Câmara) a criminalidade comanda o espetáculo. Com 90 ou 100 deputados ameaçados  e assustados. E 30 ou 35 senadores na mesma situação não existe bom senso  que impeça o confronto.No momento, o processo  sobre o destino e o futuro, está num roteiro de ida e volta.

Leia mais na COLUNA