24.10.17

REFLEXÕES SOBRE A TRAGÉDIA BRASILEIRA E UMA PROPOSTA DE MUDANÇA

Por PEDRO AUGUSTO PINHO -


Este administrador aposentado considera Jessé Souza o maior sociólogo brasileiro. Tenho lido seus livros, coletâneas, por ele organizadas, artigos e este último e esclarecedor “A Elite do Atraso – da escravidão à lava jato” (Leya, RJ, 2017).

É possível distinguir nesta obra o que temos de jabuticaba, o que temos de mente colonizada e o que fazemos por obediência (vá lá que assim se considere) ou por ameaças e ação corruptora dos interesses estrangeiros no Brasil e da elite local a ele associada.

Leia mais em POLÍTICA