23.10.17

SINDICATO DOS FRENTISTAS DO ENTORNO DE GOIÁS GARANTE BENEFÍCIO SOCIAL PARA A CATEGORIA

Via FENEPOSPETRO -

O Programa de Benefício Social atende trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do Entorno do estado de Goiás. A frentista Rainay Alves de Andrade vai receber R$ 1.700,00 de benefício natalidade. O benefício é uma conquista do Sindicato dos Frentistas e consta na Convenção Coletiva da categoria.


O que vem para somar é sempre bem-vindo, principalmente se for uma ajuda que auxilia o trabalhador na hora do aperto. Uma doença inesperada, a morte do ente querido ou até mesmo o nascimento de um filho são situações especiais que exigem do trabalhador uma reserva financeira. Pensando no bem-estar dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência de Goiás, os três sindicatos no estado conquistaram para a categoria na Convenção Coletiva o Programa de Benefício Social, que é financiando pelas empresas.

Na semana passada, a frentista Rainay Alves de Andrade, que acabou de ter um bebê, foi à sede do Sindicato dos Frentistas do Entorno de Goiás para receber o primeiro cheque do benefício social, no valor de R$ 400,00. Ela receberá nos próximos meses mais três cheques no mesmo valor. A frentista recebeu, ainda, em casa, o cartão social do programa com o crédito de R$ 100,00. No total, Rainay de Andrade vai receber R$ 1.700 de benefício natalidade.

Segundo o presidente do sindicato, Bruno Fernando da Silva, o programa atende a todos os trabalhadores independentemente de serem associados ou não à entidade. Ele diz que o benefício social já atendeu a cerca de oito trabalhadores da categoria. Bruno da Silva explica que o valor do benefício varia de acordo com a situação.

BENEFÍCIO

O programa contém 14 benefícios sociais que garantem mais direitos e tranquilidade ao trabalhador e a sua família. Entre os benefícios oferecidos à categoria estão: benefício natalidade; benefício farmácia natalidade; benefício enfermidade; benefício alimentar por afastamento; benefício capacitação; benefício farmácia; benefício alimentar; manutenção de renda familiar; serviço funeral; benefício financeiro imediato; reembolso de rescisão; benefício vida em grupo; benefício gestão e cobrança e benefício medicina e segurança do trabalho.

Os postos de combustíveis pagam R$ 22,00 por trabalhador para financiar o Programa de Benefício Social, que é administrado por uma empresa privada.

O programa também beneficia os donos de postos de combustíveis. Segundo ele, o benefício medicina e segurança do trabalho garante as empresas descontos de 30% a 70% nos exames admissional, periódico e demissional. As empresas têm direito a um reembolso de R 1.210,00 por trabalhador, caso ocorra o pagamento de verbas rescisórias por falecimento ou incapacitação permanente do trabalho.

CONVENÇÃO COLETIVA

O Programa de Benefício Social consta na cláusula décima sétima da Convenção Coletiva 2017/2018. Segundo Bruno, apesar de constar na convenção, o projeto sofreu resistência do sindicato patronal, por isso começou a ser implantado agora. Ele diz que a determinação, a união e a luta dos três sindicatos da categoria no estado de Goiás foram fundamentais para implantação do programa.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Fenepospetro