2.11.17

1- MINISTRO DA JUSTIÇA CRITICA SEGURANÇA PÚBLICA DO RJ E APONTA LIGAÇÃO DE AUTORIDADES COM O CRIME ORGANIZADO; 2- BANCO SAFRA VAI PAGAR US$ 10 MILHÕES A SP POR TER MOVIMENTADO DINHEIRO DESVIADO NA GESTÃO MALUF

REDAÇÃO -


O ministro da Justiça, Torquato Jardim, criticou a Segurança Pública do Rio de Janeiro e apontou ligação de autoridades do Rio e comandantes da PM com o crime organizado. As declarações de Torquato foram dadas em entrevista ao jornal O Globo, publicada na manhã de quarta-feira (1º). Após declarações ao site UOL, no qual fez menções ao tema, o ministro sofreu duras críticas do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, de deputados estaduais e do comando da PM. Diante da reação, ele desafiou as autoridades a provarem que sua fala está errada, além rebater declarações do governador.

“Lamento a repercussão e extensão que teve [as declarações feitas ao site UOL]. Fiz uma crítica institucional pessoal. Mas se estou errado, que me provem”, provocou. Para Torquato, a “própria história da instituição” aponta a ligação do comando da PM com o crime organizado. “Em algum momento, este ano, de uma única vez, foram presos 93 policiais de um batalhão em São Gonçalo. Alguns dias mais tarde, mais alguns. E qual foi a consequência disso? A polícia tem que revelar, tem que contar. (Tem) a questão de vazamento de informações”, apontou na entrevista.

No entanto, de acordo com ele, a investigação da corporação não é de responsabilidade da autoridade federal, mas da Corregedoria da própria Polícia Militar local. Para Torquato, há toda uma linha de comando que precisa ser investigada.”Nós temos informação: R$ 10 milhões por semana na Rocinha com gato de energia elétrica, tv a cabo, controle da distribuição de gás e o narcotráfico. Em um espaço geográfico pequeno. Você tem um batalhão, uma UPP lá. Como aquilo tudo acontece sem conhecimento das autoridades?”, questionou o ministro, que associou o caso a uma possível autorização “informal” e fez menção ao filme brasileiro de ficção Tropa de Elite.”Em algum lugar, voltamos à Tropa de Elite 1 e 2″. (via Congresso em Foco)

***
Banco Safra vai pagar US$ 10 milhões a SP por ter movimentado dinheiro desviado na gestão Maluf

Da Época:

O banco Safra vai pagar US$ 10 milhões à prefeitura de São Paulo por ter movimentado dinheiro desviado de obras públicas durante o governo do ex-prefeito Paulo Maluf (1993 a 1997). O pagamento será feito a títutlo de indenização aos cofres públicos e faz parte de um acordo assinado pelo Safra, na manhã desta quarta-feira, com o Ministério Público de São Paulo. Com isso, a instituição financeira não sofrerá ação na Justiça.

O dinheiro teria sido desviado das obras do túnel Ayrton Senna e da Avenida Roberto Marinho. Segundo o Ministério Público, Paulo Maluf e familiares movimentaram pelo menos US$ 344 milhões em diversos países (EUA, Suíça, França, Inglaterra, Jersey, Luxemburgo).