6.11.17

A MÃE DA PREVIDÊNCIA

SEBASTIÃO NERY -


Rio de Janeiro – Em 1921, o deputado paulista Eloi Chaves, ia para Monte Serrat, no interior, “inspecionar uma usina de força que ali instalara há algum tempo”.

Viajava de trem, na antiga Estrada de Ferro Sorocabana, e “ouviu de dois ferroviários informações de que os trabalhadores da ferrovia, principalmente aqueles que exerciam atividades mais desgastantes, como foguistas e maquinistas, mesmo quando atingiam uma idade avançada precisavam continuar trabalhando em razão da necessidade premente de sustentar a família. As locomotivas movidas a lenha exigiam a presença constante de um foguista, que alimentava continuamente a caldeira, sujeitando-se a temperaturas extremamente altas”.

Leia mais na COLUNA