3.11.17

A REJEIÇÃO DA ESPECULAÇÃO FINANCEIRA PELA CHINA

JOSÉ CARLOS DE ASSIS -


A prostituta da liberdade de imprensa no Brasil, que tem se dedicado agora a atacar a suposta falta de credibilidade das redes sociais, não se dignou informar à sociedade brasileira sobre as decisões de extrema relevância adotadas pelo 19º Congresso do Partido Comunista Chinês, que estabeleceu os rumos para a China até 2035 e 2049. Talvez a Rede Globo ache que a segunda economia no mundo, caminhando celeremente para o primeiro lugar, não merece ser acompanhada pelos brasileiros, não obstante sejamos seu primeiro parceiro comercial.

Leia mais na COLUNA