8.11.17

ACÚMULO DE LIXO PREOCUPA O MUNDO

ISA COLLI -


O lixo atualmente é um dos problemas mais sérios da humanidade. O consumismo exagerado aliado ao desperdício gera uma quantidade enorme de resíduos. Esse é um assunto de extrema importância, e deve ser abordado em sala de aula.

Segundo pesquisa realizada pela ONU, os seres humanos produzem anualmente 1,4 bilhão de toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) — uma média de 1,2 kg por dia por pessoa. Se o número parece assustador, cenário ainda mais ­sombrio foi traçado para daqui a dez anos: 2,2 bilhões de toneladas anuais. Se o ritmo atual for mantido, na metade deste século, teremos 9 bilhões de habitantes e 4 bilhões de toneladas de lixo urbano por ano.

Perigos do chorume

Um dos maiores riscos para as populações que vivem próximas aos lixões é a decomposição do lixo orgânico (geralmente alimentos), que forma um líquido escuro chamado chorume.

Quando em excesso, esse líquido pode atingir as águas do subsolo (os lençóis freáticos) e contaminar as águas de poços e nascentes, dificultando o abastecimento de água potável na região atingida. As correntezas de água da chuva também podem carregar esse material para os rios e mares.

Além disso, o chorume libera o gás metano, que é muito tóxico e pode causar câncer,  náusea, vertigem, sono e irritação no nariz e nos olhos. A composição do chorume varia muito, mas pode conter metais pesados e micro-organismos nocivos à saúde humana, principalmente para mulheres grávidas. Por isso é necessário afastar as pessoas dos locais de decomposição do lixo, incentivar a coleta seletiva e investir na educação ambiental.

O que fazer com o lixo?

Depois de acumulado pelo homem, o lixo precisa sofrer três ações: o acondicionamento, a coleta e a destinação final. O acondicionamento do lixo envolve a participação de toda a comunidade e exige cuidados especiais. Quando realizado corretamente, torna mais fácil, ágil e econômica a execução das outras fases.

coleta do lixo é tarefa executada por trabalhadores profissionais em limpeza urbana que atendem a comunidade em horários pré-estabelecidos e planejados.

Após a coleta, inicia-se a última fase do processo: o tratamento e a destinação final do lixo.

Nessa fase, com exceção dos casos em que há separação do lixo reciclável, quando outras etapas são cumpridas antes, o lixo deve ser transportado para locais especiais (aterros sanitários). Neles, o terreno é preparado para impedir que o chorume penetre na terra e contamine o lençol freático. Primeiro é feito o nivelamento da terra e depois ela é coberta com argila e PVC para impermeabilizar o solo. O chorume é coletado através de tubos e encaminhado para um poço de tratamento, e o lixo é coberto diariamente, a fim de não ficar exposto e minimizar sua ação nociva ao homem e ao meio ambiente.

Bora ensinar tudo isso para as nossas crianças?

Fazer enquete sobre os diferentes tipos de lixos e as principais fontes geradoras, apontar os problemas causados, como os diversos tipos de poluições: do solo, lençol freático, do ar, águas superficiais e a proliferação de doenças, é uma excelente maneira de abordar o assunto.

É interessante ensinar o tempo de decomposição de cada objeto, de forma que o aluno tenha consciência da durabilidade de cada material na natureza. Também é muito importante aprender a identificar os materiais que podem ser aproveitados e transformados em atividade pedagógica, por exemplo.

“O que tenho visto nas escolas por onde passo, são professores extremamente talentosos, verdadeiros artistas que transformam suas salas de aulas em importantes centros de desenvolvimento humano”.

Referência: