8.11.17

ENTIDADES PRECISAM SE FORTALECER E RESISTIR – ESSA É A CONCLUSÃO DO SEMINÁRIO JURÍDICO DA FETRHOTEL

Via FETRHOTEL -

O seminário foi aberto pelo presidente da FETRHOTEL Cícero Lourenço Pereira.
“O momento é de fortalecer e continuar o trabalho, continuar agindo”. Essa foi a recomendação da advogada Zilmara Alencar, na abertura de sua palestra no Seminário de Direito Trabalhista, realizada nessa terça-feira (7). O evento ocorreu no auditório Marco Aurélio, do Hotel Leques Brasil, em São Paulo e foi promovido pela FETRHOTEL (Federação Interestadual dos Trabalhadores Hoteleiros de São Paulo e Mato Grosso do Sul).

O seminário foi aberto pelo presidente da FETRHOTEL Cícero Lourenço Pereira. Junto com ele, estavam à mesa de trabalho, o Diretor de Departamento Jurídico, o secretário-geral, Tesoureiro-geral, respectivamente, Marcelo Batista Silva, Antonio Carlos da Silva  Filho,  Antonio Luiz de Souza (Jandaia), todos diretores da FETRHOTEL.

Advogados e dirigentes sindicais permaneceram atentos as palestras. O evento iniciou com a palestra do jornalista, Analista Político e Especialista em Política e Representação Parlamentar e Sócio-Diretor da Empresa jornalística do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Sindical), André dos Santos. Ele falou sobre as mudanças na estrutura do mundo do trabalho, principalmente as ocasionadas pelas reformas do governo de Michel de Temer.

O jornalista explicou o Histórico de tramitação da Reforma Trabalhista, a Lei da Reforma Trabalhista 13.467/2017 e os meios de resistência jurídica, sindical e institucional. Ele ainda fez um balanço sobre a conjuntura política e afirmou que não haverá grandes mudanças para o movimento sindical, neste governo.

Em seguida a advogada Zilmara Alencar iniciou sua participação no evento chamando a atenção dos advogados e dirigentes sindicais para necessidade de se adequarem as mudanças provocadas pela Reforma Trabalhista.

A advogada fez diversas sugestões para que as entidades trabalhem de forma mais dinâmica e que   envolvam não somente os trabalhadores das categorias, mas também as novas modalidades de trabalho que tem surgindo e a sociedade como um todo.

“O sindicato que não criar um ambiente dinâmico não vai se sustentar”, disse ela. Segundo a advogada é preciso continuar trabalhando, não desmontar a estrutura das entidades, mas ampliar a atuação para que se adequem as novas modalidades de trabalho.

O material do Seminário, produzido durante o evento foi enviado a todos os participantes por e-mail. As fotos estão publicadas na página do facebook da FETRHOTEL.