8.11.17

FRENTISTAS DO RIO COM FORÇA TOTAL NO 'DIA NACIONAL DE LUTAS, PROTESTOS E PARALISAÇÕES'

Via SINPOSPETRO-RJ –

Em plenária geral ontem, a Força-RJ confirmou sua participação nas mobilizações do 'Dia Nacional de Lutas, Protestos e Paralisações'.


O presidente do SINPOSPETRO-RJ Eusébio Pinto Neto participou nesta terça-feira (7), da plenária na sede da Força Sindical do Rio de Janeiro, onde ocupa a vice-presidência da central. Foi decidida a participação dos sindicatos filiados a Força-RJ nas mobilizações do ‘Dia Nacional de Lutas, Protestos e Paralisações’, que terá início nas primeiras horas do dia 10 de novembro. A partir das 16h a concentração será na Candelária com caminhada até a Cinelândia, Centro do Rio.

“(...) estamos presentes na construção da Reformulação da reforma trabalhista. Estamos concentrando nosso esforço para aprovação do PL, que pretende fortalecer todo o Movimento Sindical, é indispensável a união neste momento importante da luta, nas ruas vamos manifestar nossa indignação e insatisfação com a atual situação, onde riquezas do país estão sendo entregues sem medir as consequências. Nossos trabalhadores precisam resistir e denunciar o que está acontecendo”, defendeu o dirigente Eusébio Pinho Neto.

As ações estão sendo desenvolvidas em conjunto pelas centrais sindicais e frentes de movimentos sociais contra a reforma trabalhista (que entra em vigor dia 11 de novembro), da Previdência e por nenhum direito a menos. Panfletagens massivas divulgando o ‘Dia Nacional de Lutas’ alertando a população sobre os motivos das mobilizações serão intensificadas dia 9.

Para dezenas de representantes de sindicatos e federações filiadas, ao lado de Eusébio Pinto Neto e do secretário geral Isaac Wallace, o presidente da Força-RJ, Carlos Fidalgo, falou da importância da participação ativa das diversas categorias nos atos que ocorrerão não só no Centro do Rio, mas em todas as regiões do estado, nas portas das empresas ou em locais públicos. Estão previstos protestos em Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, São Gonçalo, Itaboraí, Cabo Frio, zona sul e zona oeste do Rio, entre outros locais.

O Dia Nacional de Mobilização será muito importante, pois marca o último dia de vigência da CLT. Dia 11 já estará em vigor a ‘deforma’ trabalhista. Essa reforma trabalhista é desastrosa e mostra o quanto o governo Temer está vinculado ao capital, contra os trabalhadores. Procure o SINPOSPETRO-RJ e sidicalize-se, precisamos fortalecer ainda mais a luta, para enfrentar esse momento difícil”, concluiu o presidente Eusébio Pinto Neto. (com informações da assessoria de Imprensa/Força-RJ)

* Daniel Mazola, assessoria de imprensa SINPOSPETRO-RJ