1.12.17

COREIA SOCIALISTA REALIZA LANÇAMENTO DE MÍSSIL MAIS PODEROSO DE TODOS OS TEMPOS [VÍDEO]

LUCAS RUBIO -


A República Popular Democrática da Coreia alcançou um estágio histórico irreversível e extremamente avançado em sua luta incessante contra o imperialismo. Sob a direção pessoal de KIM JONG UN, Presidente do Partido do Trabalho da Coreia e do Comitê de Estado da RPDC e Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia, em 29 de novembro de 2017 ocorreu um teste de lançamento do novo míssil intercontinental chamado «Hwasong-15». O lançamento ocorreu com total sucesso e balançou o mundo!

Há algum tempo, KIM JONG UN havia solicitado à Academia de Ciências da Defesa Nacional o desenvolvimento de um foguete de novo tipo que pudesse determinar e assegurar a vitória da Coreia no confronto contra o imperialismo norte-americano. Como resultado, foi completado o sistema de armamento do tipo «Hwasong-15», sob instruções detalhadas do próprio Marechal que quase todos os dias atuou no projeto. Em coreano, "Hwasong" significa "Marte" e o número "15" refere-se à alteração de planos em relação ao míssil intercontinental anterior, o "Hwasong-14", significando que mudanças estruturais importantes foram implementadas no novo projétil.

No dia 28 de novembro, KIM JONG UN foi informado sobre a conclusão dos preparativos para o disparo experimental do novo ICBM (sigla em inglês que significa Míssil Balístico Intercontinental) e após isso chegou, por volta da meia-noite, à oficina de preparação técnica do míssil, inspecionando o caminhão de 9 eixos com a plataforma de lançamento autopropulsada.

Avaliando a perfeição do veículo, reconheceu os incríveis esforços dos operários da fábrica responsável pela produção do poderoso armamento. O Marechal KIM JONG UN mostrou-se muito satisfeito e apontou que agora é possível produzir caminhões nas quantidades desejadas, já que o setor da indústria bélica abriu o caminho para a fabricação de todos os componentes da plataforma de lançamento, usando para isso recursos 100% nacionais e tecnologias próprias.

Ele saiu para o campo aberto de lançamento e dirigiu, detalhe por detalhe, todos os processos prévios do lançamento, como o levantamento vertical do míssil ICBM para a posição de ataque.

Depois, ocupou o posto de comando e observação, provido de modernos instrumentos de telemetria da trajetória e atuação do míssil, onde deu a ordem para iniciar o lançamento.

O «Hwasong-15» acionou seu poderoso motor e voou até o vasto universo, exibindo sua estrutura volumosa entre as estrelas do céu escuro daquela noite.


O lançamento ocorreu às 3 da manhã nos arredores de Pyongyang. O foguete alcançou a altura máxima vertical de 4.475km, um recorde, e caiu exatamente na zona marítima pré-determinada no Mar do Leste da Coreia, após voar pela distância de 950km e durante 53 minutos. Nunca um míssil coreano havia voado por tanto tempo e em tal altitude.

Com o sucesso do lançamento, confirmou-se que todos os valores do sistema do armamento satisfazem exatamente os requerimentos do desenho e garantiu-se sua plena confiabilidade no ambiente de combate. O «Hwasong-15» é um míssil de novo tipo, com um novo projeto estrutural e com capacidade de alcance ainda maior que os antigos foguetes, podendo alcançar mais de 13.000km, se lançado a partir da Coreia. Isso é suficiente não só para atingir facilmente qualquer ponto dos Estados Unidos como também para atravessar todo o território estadunidense, chegando até o Atlântico. Outro ponto forte do novo armamento é sua capacidade de carregar uma ogiva nuclear super-pesada, dando à Coreia maior poder de fogo sobre o inimigo. Agora, bombas ainda mais potentes podem ser carregadas para ainda mais longe.

Em particular, comprovou-se a atuação funcional da pontaria segundo o sistema coreano de controle de posição e do ajuste da velocidade da seção intermediária de voo, assim como a exatidão do funcionamento do motor de grande capacidade controlada por vetor de propulsão, do motor de alta propulsão específica e deu a certeza sobre os mecanismos de indução e estabilização.

Verificou-se a capacidade de movimentação e levantamento de projétil do novo caminhão de lançamento com 9 eixos e a confiabilidade do sistema de disparo.


Ao mesmo tempo, mais uma vez a eficácia da tecnologia de arranque, controle, estabilização, separação de estágios e reentrada na atmosfera da ogiva foi confirmada.

O sistema de armamento de ICBM «Hwasong-15» é resultado do espírito criador do estilo do Partido do Trabalho da Coreia, desenvolvido com forças técnicas 100% domésticas conforme as realidades coreanas.

Assim, a República Popular Democrática da Coreia pode contar com outro sistema de foguete de novo tipo que pode carregar ogivas nucleares muito pesadas e golpear totalmente o território dos Estados Unidos da América.

Muito contente com o êxito do «Hwasong-15» logo na primeira tentativa, o Máximo Dirigente KIM JONG UN agradeceu a todos os combatentes participantes no desenvolvimento do novo míssil intercontinental. Prosseguiu dizendo que hoje (29/11) era um dia significativo em que se cumpriu a causa histórica de completar as forças armadas nucleares do Estado e de converter o País em uma potência balística e nuclear. Há de se registrar com letras maiúsculas na História da Coreia este dia, o dia de nascimento da grande força que elevou a posição estratégica da RPDC, disse o Marechal.

Os relevantes êxitos, que foram alcançados recentemente em todos os setores do País, incluindo o ramo das ciências de defesa nacional, constituem a grande vitória do heróico povo coreano, que vem apoiando com fidelidade a causa do Partido do Trabalho da Coreia sem titubear ante os ventos ou marés da História, também declarou KIM JONG UN.

No final dos trabalhos, o Marechal KIM JONG UN tirou uma foto de recordação com os cientistas, técnicos, operários, soldados e funcionários do ramo, felicitando-os calorosamente por terem demonstrado ao mundo o aspecto digno e honroso da Coreia do Juche ao realizarem com êxito o lançamento de míssil mais poderoso de sua História.

Na ocasião, KIM JONG UN estava acompanhado dos camaradas Jang Chang Ha, Jon Il Ho, Jo Yong Won e Yu Jin, altos funcionários do Exército e da indústria bélica.

Esse histórico teste balístico intercontinental acontece bem no instante em que os Estados Unidos pressionam a Coreia e ameaçam sua existência e soberania como nunca, maquinando sanções econômicas, guerras midiáticas, exercícios militares e outros tipos de agressões, contando também com o apoio de países próximos da Coreia que se voltam contra o povo coreano nesse contexto. O potente «Hwasong-15» é o símbolo da Revolução Coreana, o movimento revolucionário do mundo que é pioneiro na defesa dos trabalhadores e da Revolução Socialista, vencendo diariamente as terríveis provocações dos Estados Unidos e pressionando o imperialismo estadunidense a admitir sua vergonhosa derrota diante da poderosíssima nação socialista coreana. Apesar de seu pequeno tamanho, a Coreia do Norte não se amedronta diante do gigante imperialista e se impõe corajosamente diante das frustradas tentativas do inimigo de destruição da Revolução.


GLÓRIAS AO NOVO MÍSSIL HWASONG-15! GLÓRIAS À LUTA DO POVO COREANO PELO SOCIALISMO E LIBERDADE!

VIDA LONGA AO MARECHAL KIM JONG UN, SÁBIO E CORAJOSO CONDUTOR DO POVO DA COREIA JUCHE! MANSE!