18.1.18

A HISTÓRIA É IMPERDOÁVEL PORQUE COBRA A VERDADE EM NOME DA DEMOCRACIA

Por ANDRÉ MOREAU -


A anti-informação gerada a partir de mentiras repetidas, distorções das leis que compõem a doutrina de guerra denominada lawfare, só pode ser combatida com o registro e divulgação de fatos que revelem a verdade.

Herdeiros de O Globo partiram para o ataque com manipulações que acirram o ódio contra a democracia brasileira, agora com o seguinte editorial: “PT é responsável pela segurança em Porto Alegre”.

Diante da citada ameaça lesiva à Constituição de 1988, carregada por falta de ética, é preciso que a ocupação de Porto Alegre, no próximo dia 24, em defesa da democracia e, portanto, contra a condenação do cidadão Luiz Inácio Lula da Silva, mobilize amantes da fotografia para registrarem imagens dos vândalos disfarçados de anarquistas - mercenários que podem se infiltrar usando camisas, bonés do PT e do MST, para atacar as forças de segurança pública, objetivando justificar a ameaça do citado editorial.

Cumpre lembrar que a diferença entre as ações de desestabilização promovidas em 1962, para dar o golpe de 1º de abril de 1964 e as que vêm sendo articuladas hoje, é que no lugar de comandantes militares, os antagonistas agora transformados em “protagonistas”, são togados que denunciam ou sentenciam com base em convicções, conforme prevê a doutrina lawfare.

Os articulistas, no entanto, são diretores das Organizações Globo, a mesma empresa que tinha apenas um jornaleco antes de operar o golpe de 64 junto ao Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES), a serviço do Estado norte-americano.

Com base em narrativas do tipo, “manda quem pode obedece quem tem juízo” - criada por um veterano do jornalismo, então chefe daquela redação, o Sr. Roberto Marinho promoveu a mais longa ditadura da América Latina, sob a justificativa de que defendia a nação de comunistas comedores de criancinhas.

Hoje é do conhecimento de todos que estudam história, o que há por trás da guerra jurídica/midiática operada contra Lula, sob a batuta dos oligarcas herdeiros e associados: a expansão da doutrina monetarista neoliberal de Milton Friedman que retira bilhões do mercado e os entrega aos bancos, levando os mais pobres à miséria extrema, para supostamente evitar a inflação, ao estilo Chicago Boys.

Dia 24 é o dia em que saberemos se a justiça acatará a sentença com base na convicção de que o imóvel do Guarujá pertence ao ex-presidente Lula ou se vai admitir a prova cabal da escritura do triplex em nome da OAS Empreendimentos, cuja a penhora foi determinada na sentença da juíza federal Luciana Correa Torres de Oliveira, da 2ª Vara de Execução e Títulos do Distrito Federal.

A história não é uma senhora cega. Em muitos casos se leva algum tempo para sistematizar e divulgar os documentos que revelam a verdade em conformidade com os fatos de um determinado período.

O capitulo que será escrito em Porto Alegre cobrará a verdade, em nome da democracia. Dia 24 é o dia da virada.

* Via e-mail/André Moreau, é Professor, Jornalista, Cineasta, Coordenador-Geral da Pastoral de Inclusão dos "D" Eficientes nas Artes (Pastoral IDEA), Diretor do IDEA, Programa de TV transmitido pela Unitevê - Canal Universitário de Niterói e Coordenador da Chapa Villa-Lobos - ABI - Associação Brasileira de imprensa, arbitrariamente impedida de concorrer à direção nas eleições de 2016/2019.