24.1.18

NÃO VAMOS DESISTIR, IREMOS RESISTIR, VIVA A DEMOCRACIA, O POVO E O BRASIL!

EUSÉBIO PINTO NETO -

Categoria Frentista presente em Porto Alegre. Luiz Arraes, presidente da FEPOSPETRO e Eusébio Pinto Neto, presidente da FENEPOSPETRO e do SINPOSPETRO-RJ.
Estamos resistindo, Porto Alegre está fervendo de ativismo, chegando à bela capital gaúcha fui direto juntar-me ao ato que me fez lembrar as ‘Diretas Já’, foi lindo ver o povo nas ruas reagindo democraticamente, dando uma lição de política. Tive a oportunidade de me solidarizar com o Acampamento da Democracia, o anfiteatro Pôr do Sol, às margens do rio Guaíba, e perto do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), onde o ex-presidente Lula será julgado nesta quarta-feira (24), é o palco de mobilização de milhares de trabalhadores.

Além de diversos companheiros Frentistas vindos de todo o país, observei a presença principalmente de agricultores e sem-terra, mas também dos sem-teto, atingidos por barragens e integrantes de outros movimentos sociais que vieram defender o ex-presidente e cobrar respeito à democracia. Com o golpe perpetrado contra a legítima presidente eleita, Dilma Rousseff, o retrocesso passou a ser rotina, precisamos restabelecer a ordem e os Direitos Trabalhistas, defender Lula é defender um projeto que contempla a população de baixa renda.

Sempre tive posições firmes na minha vida, sempre tive lado e apoiei projetos em defesa de um país justo, com direito a cidadania, sempre defendi o campo progressista, por isso estou em Porto Alegre, para me juntar aos milhares de Brasileiros e dar continuidade a essa luta na defesa do Estado Democrático de Direito. Venho defender nossos direitos civis e as conquistas sociais que estão sendo destruídas por esses hipócritas que tomaram de assalto o poder através de um golpe. Estamos defendendo o maior estadista do Brasil, líder mundial reconhecido pelas ações em prol do seu povo, o cidadão Lula, que está sendo perseguido e julgado por um judiciário, parcial, injusto, politiqueiro e anti-povo.

Milhares de manifestantes se uniram na Esquina Democrática, região central de Porto Alegre, onde Lula discursou. Por onde passou, a marcha recebeu enfáticas manifestações de apoio dos cidadãos porto-alegrenses. E a indignação com o processo judicial infestado de convicções e – segundo dezenas de juristas e até mesmo um procurador federal – sem nenhuma prova, mistura-se com a disposição para luta e um sentimento de saudades dos governos progressistas.

O Brasileiro só conquista Direitos Sociais com luta, sem dúvida defender Lula significa a possibilidade da redistribuição mais justa da renda, de políticas públicas com educação, saúde e habitação para todos, é garantir nossa soberania, o momento é decisivo para nossa nação, não podemos nos omitir, muito menos fugir da luta! VIVA O BRASIL!

* Presidente da FENEPOSPETRO e do SINPOSPETRO-RJ