11.1.18

PARA DEBOCHAR DO POVO, TRF4 DIZ QUE LULA NÃO SERÁ PRESO IMEDIATAMENTE

EMANUEL CANCELLA -


Na Venezuela, em 2002, no golpe fracassado, Hugo Chávez, o presidente eleito, foi afastado e os militares o prenderam ilegalmente. Na ocasião, Hugo Chávez fez questão de gravar em vídeo a mensagem de que voltaria e não assinou sua renúncia. Quarenta e sete horas depois, Chávez voltava nos braços do povo e os golpistas fugiram para Miami (13).

No Brasil, ficou escancarada a perseguição da Justiça ao PT. Primeiro afastaram Dilma, sob o argumento medíocre de “Pedaladas Fiscais”. Depois, que fez nosso Congresso Nacional, diante da realidade de que nem pedaladas Dilma praticou e também pelo fato de que 17 governadores, durante a gestão de Dilma, tinham realmente pedalado e por isso teriam que ser afastados (1)? Pois é, nosso Congresso, golpista e cínico, após o impeachment de Dilma, transforma “pedaladas fiscais” em lei (2).

E os golpistas, querem a continuidade e a manutenção de suas ações! E por isso persistem em sua conspiração, pois não bastou afastar Dilma, agora querem impedir que qualquer representante do povo que possa anular os atos do governo golpista assuma a presidência.

Luis Inácio Lula da Silva saiu do seu segundo mandato com 87% de aceitação. Lidera todas as pesquisas de intenção de votos para a presidência, em 2018. E, em algumas, ganha já no primeiro turno.

Aí aparece a mesma Lava Jato que conspirou para a saída de Dilma, chefiada pelo juiz Sergio Moro e pelo procurador Deltan Dallagnol, que sem qualquer respaldo legal, querem impedir a candidatura de Lula.

Aliás, foi Dallagnol quem disse ao vivo, na Globo, que não há a mínima prova de que Lula tenha cometido qualquer crime.  Isso depois de vasculharem toda a vida de Lula, em quase três anos de investigação, usando toda a máquina do MPF e da Polícia Federal, gastando dinheiro público a rodo.

Mesmo assim, apesar de essa denúncia do MPF ser prolatada, pela primeira vez ao vivo, na TV, e Dallagnol dizendo com todas as letras que não tinha provas contra Lula, só convicção (3,4), o juiz Sergio Moro, em primeira instância não só aceitou essa denúncia vazia contra Lula como o condenou a nove anos e meio de prisão.

E agora o TRF4  vai julgar, no dia 24, o recurso dos advogados de Lula e decidir se mantém ou não a condenação de Moro a Lula.

Novamente volta à cena a historinha do triplex no Guarujá. Lula nega ser o dono e a Lava Jato que acusa, e a quem cabe o ônus da prova, nunca mostrou nem mostrará, nos autos, a escritura. Simplesmente porque não existe!

A alegação do juiz Moro, sem nenhuma prova, é de que Lula teria ganho o apartamento da construtora OAS, como pagamento de propina em contrato na Petrobrás.

Já FHC, citado na Lava Jato várias vezes em denúncias de corrupção na Petrobrás, e, em muitas delas, envolvendo até seu próprio filho, nunca sequer foi investigado (8,9). E FHC possui apartamento de Luxo em Paris, Nova York e fazenda no Brasil, com aeroporto (10,11,12). Mas isso não vem ao caso!

O TRF4 não esconde da sociedade que já decidiu a questão. Para não deixar dúvidas, o TRF4 divulgou nota dizendo que Lula não será preso imediatamente (5).

O STF e o PGR ratificam toda essa ação dos golpistas! O Tribunal Internacional já decidiu que o impeachment de Dilma é golpe de Estado (6).  Juristas e personalidades de todo mundo já divulgaram manifesto com mais de 155 mil assinaturas denunciando que eleição sem Lula é golpe, e muitos desses estarão em Porta Alegre (7).

Vale lembrar aos golpistas que a resposta do povo da Venezuela veio em 47 horas. Será que no Brasil vamos ter que esperar mais 21 anos para restabelecer nossa democracia? O que não pode é, se houver o estouro da boiada ou a gota d’água, botar a culpa no Lula!

Fonte: