8.2.18

MINISTRO LUIZ FUX, O PAI DO IMORAL AUXÍLIO MORADIA, ATACA OUTRA VEZ!

EMANUEL CANCELLA -


Lula, quando presidente, acabou com a farra do auxílio moradia (3), o mesmo que Fux retomou de forma imoral (4,9).

 Lula, presidente em 2018 vai, mais uma vez, acabar com a imoralidade dos juízes, principalmente com a farra do auxílio-moradia.

Esse é o motivo do ataque de Fux, presidente do TSE, para tentar  impedir Lula, através do “Ficha Limpa”, ou seja,  barrar a candidatura de Lula (5)!

Lula, quando acabou com o imoral auxílio-moradia dos juízes, falou para o então ministro Nelson Jobim que juiz tem que ganhar bem, entretanto, para juízes como Fux, o céu é o limite (9). Fux, em casa, tem dois auxílios-moradias, invejando o juiz Marcelo Bretas (7). A Filha de Fux, com 35 anos, é a mais nova desembargadora do Rio, com direito a tudo, inclusive auxílio-moradia(6).

Os juízes da lava Jato querem prender Lula, sem provas, em segunda instância, para barrar sua candidatura, mesmo tendo que rasgar a Constituição Federal que expressa a “presunção de inocência”, onde todos são inocentes até que se prove o contrário.  E diz também a carta magna que a punição do réu só poderá acontecer com o processo transitado em julgado, nunca em segunda instancia.

O juiz Fux não esconde seu ódio pessoal a Lula, e por isso citou o ex-presidente Lula em sua posse, no TSE (5).

Lula é o político mais investigado da história do país e nada foi encontrado contra ele. Mesmo tendo sua vida esmiuçada, durante mais de três anos, com a Lava Jato usando todo aparato legal, com MPF, PF e dinheiro público a rodo. Mesmo assim e, de forma inédita, o MPF fez uma denúncia, prolatada ao vivo na Globo, com ninguém menos que o chefe dos procuradores da Lava Jato, Deltan Dallagnol, dizendo com todas as letras , para os brasileiros, que não tinha provas contra Lula, só convicção (8).

Não se iluda, a campanha para barrar Lula em 2018 está apenas começando, isto porque está em curso aquilo que o golpista governador do Rio, Carlos Lacerda, propôs contra Getúlio Vargas e agora é aplicado a Lula:

“Esse homem não pode ser candidato; se candidato, não pode ser eleito; se eleito, não deve tomar posse; se tomar posse, não deve governar.” (Carlos Lacerda, jornalista e político da UDN, quatro meses antes da retumbante vitória de Getúlio Vargas na eleição presidencial de 1950). (1,2)

Fonte: